Apenas em fevereiro foram 75 acidentes na RJ-106. Foto: Governo do Estado

A Operação Lei Seca iniciou, na última sexta-feira (15), blitz de fiscalização em rodovias estaduais. As duas primeiras operações foram realizadas na Rodovia Amaral Peixoto, a RJ-106, em Itaipuaçu, na entrada para Maricá, e próximo a Macaé. Segundo a coordenadora da Lei Seca, Verônica Oliveira, a RJ-106 foi escolhida para iniciar as operações por ser a rodovia mais perigosa do estado.  

Ainda de acordo com Verônica, um levantamento estatístico feito com o apoio do Batalhão Policial Rodoviário mostrou quais rodovias têm o maior número de acidentes com mortes e lesões no trânsito. No caso da RJ-106, só no mês de fevereiro foram 75 acidentes.  

“Estamos buscando que haja uma mudança comportamental dos condutores de veículos e, com isso, diminuir os índices alarmantes de acidentes. A Rodovia RJ-106 precisa de um maior cuidado da operação de fiscalização para retirar das estradas os motoristas alcoolizados. O objetivo é reduzir pelo menos 30% o número de acidentes”, explicou. 

Segundo o vice-presidente do Detran, Marcelo Bertolucci, responsável pelos setores de Pátios e Fiscalização do Departamento, a Operação Lei Seca nas Estradas faz parte da meta dos primeiros 100 dias do governo. Ele lembrou que a operação sempre contou com agentes de fiscalização do Detran e no decorrer dos anos vem reduzindo os índices de acidentes e de mortes. 
 
“Com a extensão para as estradas, terá uma maior efetividade para que possamos diminuir os acidentes e as mortes decorrentes do consumo de bebidas alcoólicas”, disse Bertolucci. 
 
Para o presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, essa parceria com a Operação Lei Seca e o Detran mostra o quanto é importante os órgãos públicos se unirem em um mesmo objetivo. 
 
“As blitzes nas estradas inauguram uma nova fase para aumentar a conscientização da população de que o álcool não combina definitivamente com direçao. A Lei Seca nas estradas vai salvar muitas vidas”, contou o presidente do DER. 
 
Os motoristas também aprovaram a operação. O motoboy Daniel Azevedo de Almeida, de 20 anos, que trafega pela rodovia diariamente, após fazer seu teste no bafômetro elogiou a iniciativa. 
 
“É muito bom. Eu mesmo já sofri um acidente porque o motorista do outro veículo estava embriagado”, afirmou. 

A Operação Lei Seca nas Estradas contará com oito equipes e será realizada em todas as rodovias estaduais, sempre de quinta-feira a domingo, quando há maior movimentação e aumenta o número de acidentes. Poderão ser abordados todos os tipos de veículos que circulam pelas vias, como carros de passeio, ônibus de turismo, caminhões, carretas etc. 

 
A Operação Lei Seca completará 10 anos no próximo dia 19 de março. 

1 thought on “RJ-106 é a rodovia mais perigosa do Estado

  1. Só achei o horário complicado e ineficiente , pois lei seca as 20 horas na sexta feira do prejudicou quem estava vindo do trabalho e se estressou em um congestionamento monstruoso. Quem enche a cara passa por ali após as 22horas. Fica a dica para os especialistas em segurança .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *