Por Ricardo Vivacqua – A vivência harmônica entre os homens exige por parte de todos o cumprimento de regras, cabendo ao Estado de Direito estabelecer as referidas regras para a convivência social pacífica, que são as “regras de conduta” necessárias a manutenção da integridade da sociedade.

O Estado Democrático de Direito se refere a um estado de participação ampla, no qual cada indivíduo possui mecanismos de defesa, de preservação de direitos, de respeito às garantias e liberdades, passíveis de serem exercidos até mesmo contra o próprio Estado.

Dessa forma, não restam dúvidas que a sociedade é um sistema que integraliza as relações humanas com regras específicas que se encontram estabelecidas na constituição, nas leis e em todas as normas editadas pelos órgãos competentes nacionais ou internacionais.

Esse é o motivo da importância das pessoas que integram uma sociedade conhecer as regras que regulam seu relacionamento com os demais membros da sociedade, não só para não infringir o direito dos outros, mas também para defender seus direitos caso não sejam respeitados.

O objetivo desta coluna é esclarecer algumas regras aos leitores nos mais variados ramos do Direito. Fique à vontade para enviar sua pergunta ou sugestão para o endereço jornalismo@plantaoenfoco.com.br.

Ricardo Vivacqua é advogado especializado em Direito Público, professor palestrante, pós-graduado em Direito Tributário e Contabilidade Tributária, além de sócio fundador da Vivacqua Advogados, que atua em vários estados do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *