sexta, 25 de setembro de 2020

Após classificação, Vasco trabalha para melhorar a pontaria

Germán Cano comemorando seu gol contra o Altos, do Piauí. Foto: Rafael Ribeiro/Vasco

O Vasco sofreu para conseguir eliminar o Altos, no Piauí, pela primeira fase da Copa do Brasil. O empate por 1 a 1 deixou evidente várias deficiências do time carioca.

Porém, nenhuma delas têm tirado tanto o sono da comissão técnica do que a falta de pontaria da equipe. Se antes o Cruz-Maltino não vinha criando, a criatividade no meio-de-campo foi resolvida, mas as oportunidades não estão sendo bem aproveitadas. Por isso, a ordem é concluir bem as chances de gol.

Tendo o seu trabalho muito questionado, o técnico Abel Braga sabe que precisa trabalhar a falta de pontaria. “Nós estávamos encontrando problemas na criação e isso foi resolvido, como vimos contra o Oriente Petrolero (triunfo por 1 a 0 pela estreia na Copa Sul-Americana) e diante da Portuguesa (vitória de 3 a 2 na despedida da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca)”, afirmou.

“Finalizamos vinte e seis vezes contra o Altos, um número muito significativo. Teve um momento em que chegamos com três jogadores na área e não conseguimos finalizar. Isso realmente aborrece em alguns momentos. Que preocupa, preocupa. Não só a mim, mas também aos atletas”, completou Abel.

(Gazeta Esportiva)

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *