Quartel dos Bombeiros de Niterói segue comemorando os 100 anos

O 3ºGBM foi inaugurado em 24 de agosto de 1917 e é um dos mais antigos do Rio 

Na noite desta quinta-feira (24) o quartel dos Bombeiros de Niterói encerrou o mês de comemorações pelos 100 anos de existência. Para celebrar essa data tão marcante, foi realizada uma solenidade com a presença de grande parte dos militares que fizeram parte da corporação ao longo do último século.IMG 1782 300x200 - Quartel dos Bombeiros de Niterói segue comemorando os 100 anos

A confraternização aconteceu na sede do quartel, no centro da cidade, e contou com a presença de oficiais e ex-comandantes que fizeram parte dessa trajetória, militares e convidados, que festejaram a data com apresentação da banda dos bombeiros, homenagem aos ex-comandantes, exibição de documentário sobre a história da unidade e coquetel.

O major BM Roberto Ronzei, que está há 11 anos no 3ºGBM, diz que a unidade só melhora com o tempo e que participar da celebração do centenário é um momento ímpar. “O segredo é amar a profissão”, declara o major, que trabalhou nos resgates no Morro do Bumba em 2010, uma das maiores tragédias da cidade, que comoveu o país.

Relembre o caso:

Em 7 de abril de 2010, uma forte chuva causou um deslizamento de terra no Morro do Bumba, na zona norte de Niterói, soterrando casas e deixando centenas de feridos e 48 mortos. O tenente-coronel Miguel Ângelo de Mattos da Silva, na época comandante do 3ºGBM, disse que a tragédia foi um dos eventos mais marcantes da história de Niterói. “Nós passamos por vários cursos técnicos para aprendermos as melhores táticas e formas de agir, mas o essencial é entender as pessoas. Naquele acontecimento eu aprendi muito sobre as pessoas. Eu aprendi como entendê-las. Foi o evento que mais marcou minha carreira. Depois daquilo eu me senti preparado para tudo”, relata o coronel, que destacou também a importância da atuação dos voluntários. “A população trabalhou do nosso lado, os voluntários se juntaram aos bombeiros e nos ajudaram o tempo todo”, conta o ex-comandante.

O secretário de Estado de Defesa Civil e comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ronaldo Jorge Brito de Alcântara, disse que o centenário não pode passar em branco e que é de extrema importância homenagear o quartel de Niterói, pois é através da história que conhecemos o verdadeiro valor do trabalho do bombeiro. “Lembramos do passado, das lutas e conquistas, e assim podemos almejar o futuro”, expressa o secretário.

1 249x300 - Quartel dos Bombeiros de Niterói segue comemorando os 100 anosRenato Grigorovski é o atual comandante do 3ºGBM e se diz honrado e extremamente feliz de estar à frente do centenário “É uma responsabilidade muito grande comandar um quartel tão importante e com tanta história como o quartel de Niterói, mas ao mesmo tempo é um orgulho estar aqui e fazer parte desse legado”, afirma o tenente-coronel.

Para quem quiser fazer parte dessa comemoração dos 100 anos do 3ºGBM, na tarde desta sexta-feira, às 15h30, tem apresentação da Banda Sinfônica do CBMERJ no Museu de Arte Contemporânea, o MAC. E até o próximo domingo (27) tem exposição do acervo histórico do quartel no Plaza Shopping Niterói.

 

 

Show More
Close