Ouça a Reportagem
Foto: Ibici Silva

Dois homens morreram e outros dois foram presos na manhã desta sexta-feira (15), além de 14 motocicletas apreendidas em operação no Jardim Bom Retiro e Catarina, em São Gonçalo. Na ação do 7º Batalhão uma carga de carne também foi recuperada. O motorista que transportava o alimento ficou em poder dos bandidos da comunidade por mais de uma hora. 

Segundo a Polícia Militar, a ação aconteceu por volta de 6h para combater o tráfico de drogas. Na chegada dos policiais houve troca de tiros resultando na morte de um dos bandidos, outro membro do bando acabou baleado e precisou ser encaminhado para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê, mas não resistiu aos ferimentos e também morreu. Dois acusados de tráfico de drogas foram presos além de três pistolas, dois radiotransmissores e farta quantidade de material entorpecente apreendidos. 

Roubo na BR-101

Os criminosos estavam em um veículo clonado. Foto: Ibici Silva

Mais cedo, bandidos da comunidade Jardim Bom Retiro que estavam em um veículo Volkswagen Gol de cor preta, que segundo a Polícia Militar seria clonado, interceptaram um caminhão na BR-101 nas proximidades da comunidade, que seguia da Baixada Fluminense para a Região dos Lagos. O motorista e os ajudantes do caminhão com carga de carne foram abordados pelos criminosos e obrigados a seguir com o veículo para a comunidade. 

Por mais de uma hora as vítimas ficaram em poder de seis bandidos armados que estavam com um veículo de passeio, modelo Fiat Fiorino, que seria usada para o transporte da carga, e uma motocicleta Yamaha Faze sem placa. O próprio motorista e os ajudantes foram ordenados a fazer a transferência das carnes. Porém a ação da PM surpreendeu os bandidos que fugiram libertando os reféns e levando parte da mercadoria. Ninguém ficou ferido.

O veículo usado pelos criminosos foi encontrado com parte da mercadoria. Foto: Ibici Silva

Parte da carga avaliada em mais de R$ 50 mil reais, foi recuperada horas depois pela polícia no veículo Fiat Fiorino, que estava com marcas de tiros. O caso foi registrado na Delegacia de Alcântara (74ª DP). 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *