12º BPM (Niterói) é o 2º batalhão que mais apreende fuzil no Estado. Foto: Arquivo Plantão Enfoco

O 12º BPM (Niterói) é o terceiro batalhão que mais apreende fuzil no Estado. A informação foi divulgada pelo comandante, coronel Sylvio Guerra, em reunião do Conselho de Segurança Pública na manhã desta quinta-feira (14), com base em números relacionados ao período de 15 de janeiro a 13 de março deste ano.

De acordo com o relatório apresentado pelo comandante, 209 pessoas foram presas em operações realizadas pela PM em Niterói e Maricá. O número total de armas apreendidas foi 77, dividido em: 40 pistolas verdadeiras e 10 simulacros; 14 revólveres; 8 fuzis e 1 simulacro; e outras 4 não especificadas. Em relação a drogas, foram mais de 33 kg recolhidos, entre maconha (21), cocaína (11) e crack (1).

Ainda segundo o coronel, o 24º BPM (Queimados) ocupa o primeiro lugar no ranking com 11 fuzis apreendidos. O relatório é baseado apenas nos números do 12º BPM e não inclui o programa Niterói Presente.

“A gente não tem como mensurar o real significado dessa quantidade de armas para a sociedade. A única coisa que eu sei é que se todas essas armas continuassem nas ruas ao mesmo tempo, seria um inferno”, afirmou o comandante.

Outros dados apresentados são relacionados ao número de roubos de rua, de veículos e letalidade violenta. Todos ficaram dentro da meta estabelecida, com exceção da letalidade violenta em janeiro, que teve 15 casos a mais que o esperado.

No total, foram 52 casos de letalidade violenta nos últimos três meses contra 68 no mesmo período de 2018. Já em relação a roubo de rua e de veículos os números foram 826 contra 1.560 e 358 contra 639, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *