domingo, 17 de janeiro de 2021

Covid-19: país registra 56,6 mil casos e 1,1 mil novas mortes

ciclista, pandemia, covid-19, coronavírus, Rio de Janeiro, praia, exercício, ciclista,
Foi o segundo maior registro de óbitos desde setembro. Foto: Pedro Conforte

O Brasil registrou 56.648 novos casos de Covid-19 e 1.171 novas mortes pela doença em 24 horas. Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta terça-feira (5) e se referem aos registros feitos desde o último boletim.

O número de novos óbitos foi o segundo maior desde o início de setembro, perdendo apenas para o dia 30 de dezembro, quando foram registradas 1.194 novos falecimentos em decorrência do novo coronavírus.

Com as novas mortes, as vidas perdidas para a pandemia subiram para 197.732. Ontem, os dados do Ministério da Saúde sobre a doença traziam 196.561 óbitos. Ainda há 2.550 falecimentos em investigação.

Com os novos casos acrescidos às estatísticas, o total de pessoas infectadas desde o início da pandemia foi para 7.810.400. Até ontem, o sistema do Ministério da Saúde com dados sobre a pandemia marcava 7.753.752 diagnósticos de Covid-19 ao longo da pandemia.

Conforme o painel do Ministério da Saúde, há ainda 649.261 casos ativos em acompanhamento. O número de pessoas que se recuperaram da covid-19 chegou a 6.963.407.

Em geral, os registros de casos e mortes são menores aos domingos e segundas-feiras em razão da dificuldade de alimentação dos dados pelas secretarias de saúde aos fins de semana. Já às terças-feiras, os totais tendem a ser maiores pelo acúmulo das informações de fim de semana que são enviadas ao Ministério da Saúde. No caso desta semana, pode ser acrescido o feriado do dia 1o, que caiu na sexta-feira.

Estados

No topo da lista dos estados com mais mortes por Covid-19 estão São Paulo (47.222), Rio de Janeiro (25.837), Minas Gerais (12.083), Ceará (10.042) e Pernambuco (9.709). Já entre os últimos no ranking estão Roraima (798), Acre (808), Amapá (943), Tocantins (1.248) e Rondônia (1.852).

São Gonçalo

De acordo com o boletim atualizado da Secretaria Municipal de Saúde, a cidade de São Gonçalo registrou dez óbitos em decorrência do novo coronavírus (Covid-19) nesta terça-feira (5), chegando a 1.028 no total. 

Até o momento, São Gonçalo contabiliza 34.770 casos confirmados, 31.902 curados, 78 hospitalizados na Rede Pública Municipal de Saúde, 1.762 em quarentena domiciliar e 1.028 óbitos confirmados.

Os óbitos lançados no boletim de hoje são de datas retroativas, devido ao processo de investigação feito pela Divisão de Vigilância Epidemiológica, com base nos resultados dos testes realizados pelos pacientes.

Sanitização

O trabalho de sanitização tem papel fundamental na redução do contágio da Covid-19 na cidade de São Gonçalo. Por esta razão, a Secretaria Municipal de Saúde realizou, nesta terça-feira (5), o serviço de desinfecção no Centro de Triagem, no bairro Zé Garoto, e no Hospital Franciscano Nossa Senhora das Graças (Hospital das Freiras), em Lagoinha, ambos referência no atendimento a pacientes com coronavírus.

O reforço na proteção contra a doença também está sendo feito nas principais ruas do município.   

Com o auxílio de um veículo picape equipado com uma motobomba acoplada, além das motofogs para auxiliar na parte externa, os agentes do Departamento de Vigilância Ambiental aplicaram o quaternário de amônia de 5ª geração pelas unidades de saúde. A tecnologia empregada é a mesma utilizada pelos chineses no combate ao vírus. 

“Estou percorrendo as unidades de saúde, desde o primeiro dia do meu mandato, para fiscalizar o trabalho realizado e ter a certeza que estamos prestando o melhor serviço possível para os gonçalenses. Já determinei a abertura de 60 novos leitos até o final deste mês para pacientes com coronavírus. Aliado a isso, estamos mantendo o trabalho de sanitização nas unidades de referência e nos bairros da cidade. Este trabalho é extremamente importante para conter o avanço da doença”, ressalta o prefeito Capitão Nelson. 

O quaternário de amônia tem a função desinfetante contra fungos, bactérias e vírus. A aplicação deste produto visa romper a cápsula do vírus e eliminar esses seres do ambiente. A Prefeitura tem mantido o serviço de sanitização em locais estratégicos, para minimizar o contágio pela doença, como explica o secretário de Saúde, Dr. André Vargas. 

“Estamos fazendo a pulverização do produto nas unidades que atendem pacientes com coronavírus e nos bairros com maior incidência da doença. Todo este quadro é monitorado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica, que nos mostra onde atuar e quais locais devemos priorizar”, esclarece. 

Cronograma dos bairros

Nesta terça-feira, o trabalho de sanitização foi realizado nos bairros Maria Paula, Santa Izabel, Guarani, Raul Veiga e Vila Três. Já na quarta, as equipes irão atender as regiões do Boa Vista, Almerinda, Boaçu, Barro Vermelho e Fazenda dos Mineiros. Na quinta, será a vez do Porto da Pedra, Amendoeira, Jardim Amendoeira, Brasilândia, Santa Catarina e Salgueiro. Finalizando, na sexta, as equipes atendem o Jardim Nova República, Mangueira, Parada 40, Rosane, Vila Iara, Vila Lage e Palmeiras.

Maricá

Maricá registra, até esta terça-feira (5), 8.680 casos confirmados e 195 óbitos por Covid. Estão curadas da doença 8.296 pessoas e há no momento 189 casos ativos, além de 25 óbitos em análise pela Secretaria de Estado de Saúde.

Com Agência Brasil

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *