domingo, 29 de novembro de 2020

Papa alerta sobre incêndios na Amazônia em discurso na ONU

Papa Francisco durante discurso na ONU. Foto: Reprodução Vídeo

Durante a realização da 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unida (ONU), realizada virtualmente por conta da pandemia, nesta sexta-feira (25), o Papa Francisco citou, em seu discurso sobre a crise ambiental no planeta, a situação dos incêndios na Amazônia.

De acordo com o discurso oficial, que foi feito através do envio de um vídeo, o líder do Vaticano e da Igreja Católica disse que os problemas ambientais do planeta estão ligados diretamente com uma crise social que atinge vários países do mundo.

O pontífice considerou a situação da Amazônia como ‘perigosa’, principalmente para as populações indígenas que vivem no local.

O papa disse também que a crise econômica mundial gerou uma onda de desempregados em todas as partes do planeta, e afirmou que esse é o momento de “revisar as prioridades econômicas globais”.

Papa Francisco chegou a fazer um apelo aos donos das empresas farmacêuticas.

“Se tiver que privilegiar alguém, que seja o mais pobre”, afirmou.

Ainda no discurso, o pontífice pediu novamente a redução ou extinção da dívida externa dos países mais pobres. Com isso, lembrou também a situação de crianças sem acesso à saúde e à educação, além daquelas obrigadas a trabalhar em serviços escravos ou as que são vítimas de crimes como pedofilia.

“Imploro, pois, às autoridades civis que prestem especial atenção às crianças a quem lhes são negados seus direitos e dignidade fundamentais, em especial seu direito à vida e à educação. Não posso evitar de recordar o apelo da jovem valente Malala Yousafzai, que há cinco anos, na Assembleia Geral, nos recordou que “uma criança, um professor, um livro e uma caneta podem mudar o mundo”, disse Francisco.

Outro tema recorrente nos discursos papais foi o fim da cultura bélica ao redor do mundo. No fim do pronunciamento, ele citou que o desenvolvimento das tecnologias mais refinadas e letais servem para propagar um clima de desconfiança entre as nações e pessoas.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *