terça, 22 de setembro de 2020

Petrobras afirma que greve não afeta produção nas indústrias

A Federação Única dos Petroleiros (FUP) disse que cerca de 14.750 trabalhadores aderiram à paralisação. Foto: Divulgação – Agência Brasil

A Petrobras informou nesta segunda-feira (3) que a paralisação dos petroleiros, iniciada no dia 1º , não provocou impactos na produção a produção de petróleo, combustíveis e derivados. 

Ainda nesta segunda, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) disse que cerca de 14.750 trabalhadores aderiram à paralisação, o que representa 80% do total de 18.434 trabalhadores de 12 estados da federação que aderiram ao movimento. Petrobras não confirmou o número de funcionários que aderiram à greve.

O movimento contesta as mil demissões feitas pela Petrobras na Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados do Paraná (Fafen-PR), segundo a FUP sem respeitar o acordo coletivo de trabalho. Durante o dia, ocorreram atos e acampamentos em diversas unidades da Petrobras em diversos estados do país. 

De acordo o diretor da FUP, Devyd Barcelar, após manifestações de apoio em diversos estados, a gestão da companhia permitiu a entrada de comida e bebida para os diretores da FUP e do Sindiquímica-PR que ocupam o prédio da companhia no Paraná.

“Continuaremos resistindo e exigindo que a Petrobras sente à mesa para dialogar conosco. Não vamos aceitar calados o desmonte da companhia, demissões em massa e não cumprimento das cláusulas do acordo coletivo”, disse.

Petrobras

Em nota, a Petrobras informou que o movimento grevista iniciado em algumas de suas unidades é injustificado, pois o acordo coletivo de trabalho foi assinado por todos os sindicatos em novembro de 2019 e as negociações previstas estão seguindo curso normal e, segundo a empresa, os motivos alegados pela FUP não atende aos critérios legais.

“Reforçamos que, em todos itens apontados pelas entidades sindicais, a companhia vem cumprindo rigorosamente os compromissos firmados e segue aberta para dialogar com as entidades”.

A companhia informou que todas as suas unidades de produção de petróleo, combustíveis e derivados estão em operação dentro dos padrões de segurança. Não há impactos na produção e nem no abastecimento ao mercado.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *