Baile funk ‘raiz’ é liberado em Niterói

Baile funk ‘raiz’ é liberado em Niterói

“Falam que os bailes funk estão proibidos na comunidade, que são eventos não autorizados, que vai ter repressão, mas qual é o modo certo de fazer, dentro da lei?”. A questão de William Barros, de 37 anos, porteiro e morador do Morro do Palácio, no Ingá, é a mesma de outros 30 grupos que há um ano atrás tentavam, às vezes sem sucesso, legalizar festas ao som de soul music, charme e funk das antigas nas comunidades de Niterói.

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com