sábado, 06 de março de 2021

A festa da ‘vachina’ em Niterói

A web ficou em clima de carnaval com moradores de Niterói celebrando o acordo para compra da vacina contra Covid-19. Foto: Divulgação

Moradores de Niterói, que devido à Covid-19 vivem realidade de restrições e isolamentos nos últimos dez meses, tomaram as redes sociais nesta sexta-feira (11) para celebrar a proximidade da vacina, após acordo firmado entre a Prefeitura de Niterói e o Instituto Butantan para aquisição da ‘Coronavac’.

A luz no fim do túnel que todo mundo espera surgiu com a divulgação da assinatura de memorando para fornecimento de 1,1 milhão de doses da vacina produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

Nem mesmo o brasão da bandeira de Niterói escapou da brincadeira e acabou trocado por desenhos de vacina e o salgado italiano.

As barcas lotadas e o engarrafamento no trânsito da Alameda São Boaventura, no Fonseca, e da Ponte Rio-Niterói também caíram nas graças dos internautas que ironizaram a corrida pela vacina com moradores de outros municípios correndo para Niterói.

Foto: Reprodução/Eu Sou de Niterói

Até o pessoal da ‘Carreta Furacão’ virou meme nas mãos dos internautas:

Restrição

Até moradores de outros municípios como Rio e São Gonçalo, por exemplo, também ficaram contentes com a novidade, embora a vacinação esteja liberada apenas para cidadãos com residência em Niterói. O controle será feito pela Secretaria Municipal de Saúde através do Programa Médico de Saúde.

A pasta esclareceu ao Plantão Enfoco que ainda está elaborando o planejamento para a imunização contra a Covid-19 em Niterói, envolvendo os seguinte pontos:

  • Logística da vacinação;
  • Compra;
  • Distribuição de insumos;

De acordo com o governo, os detalhes serão divulgados no momento oportuno.

Pelo cronograma proposto ao Butantan e assinado pelo diretor institucional do instituto, Raul Machado, seriam 300 mil doses disponíveis no fim de janeiro para profissionais de saúde e idosos, outras 300 mil doses para o fim de fevereiro, distribuídas aos cidadãos com comorbidades e profissionais de educação, e outras 500 mil para o restante da população durante o primeiro semestre, até maio.

Niterói fará o investimento de R$ 57 milhões no projeto de imunização, ao custo de 10 dólares por dose. Com recursos próprios para a aquisição da vacina, Niterói é a única cidade do estado do Rio, entre as 12 do país, a testar a fase 3 da vacina Coronavac, em parceria com o Instituto Butantan e a Fiocruz.

“Estruturamos e colocamos em prática um plano integrado com ações sanitárias, de retaguarda hospitalar, de renda básica para o apoio às famílias que mais precisam e apoio às pequenas empresas de nossa cidade. Graças a consciência cívica e humanitária dos niteroienses, que seguimos as medidas sanitárias de prevenção ao Covid-19, salvamos milhares de vidas. Niterói unida vai seguir vencendo essa batalha pela vida contra o coronavírus”

Rodrigo Neves, prefeito de Niterói
(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *