Roda de conversa aconteceu em uma Clínica no Mutondo. Foto: Divulgação – Prefeitura de Maricá

Envolver a família e construir espaços de acolhimento e afeto para a gestante e seu bebê. Esses foram alguns dos temas discutidos na roda de conversa realizada na Clínica Municipal Gonçalense, no bairro Mutondo.

A atividade faz parte do calendário de ações do Agosto Dourado, mês da promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. O encontrou reuniu mães, nutricionistas, profissionais do NASF (Núcleo de Saúde da Família) e da Maternidade Municipal. 

“O leite materno é o melhor e mais completo alimento do mundo. Ele possui todos os nutrientes que o recém nascido precisa, não por acaso é considerada a primeira vacina do bebê. Mas, antes do aleitamento é preciso criar um ambiente de acolhimento para essas mães. Por isso é importante toda a família participar. O companheiro não ajuda a cuidar do bebê, ele cumpre a sua responsabilidade de pai, e isso é fundamental!”, disse Aline Aguiar, nutricionista e coordenadora do Programa de Aleitamento. 

É o caso de Kezya dos Prazeres e o companheiro Paulo Ubiratan, ambos de 24 anos, moradores do bairro Rio do Ouro, que também estavam presentes na atividade. Ela, grávida de oito meses, que participa do grupo de gestantes da Clínica, relatou a importância do companheiro compreender o seu papel. 

“Faz muita diferença ele estar junto. Me auxilia em tudo e está sempre comigo. Se preocupa com a minha alimentação e me apoia muito!”, disse. 

A gestante Nayara Franco, de 24 anos, participou pela primeira vez da roda de conversa e destacou a importância do acesso à informação para as mães. 

“Nada do que foi falado aqui sobre amamentação eu ouvi no meu pré-natal. O pouco que eu sei eu pesquiso muito e procuro saber mais informações. Fico muito feliz de saber que aqui existe esse grupo, e aprendi muito hoje!”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *