sexta, 27 de novembro de 2020

Alerj instala frente parlamentar contra o roubo de cargas

Martha Rocha (PDT) preside a frente. Foto: Rafael Wallace/Alerj

Foi lançada, na quinta-feira (4), na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), a Frente Parlamentar de Enfrentamento ao Roubo de Cargas, presidida pela deputada Martha Rocha (PDT). A ideia da instalação da frente surgiu após análises realizadas em audiências promovidas pela Comissão de Segurança Pública em parceria com a Comissão de Economia, ainda no ano passado, em que foram discutidas estratégias para o enfrentamento de roubo de cargas.

Segundo a presidente do Instituto de Segurança Pública (ISP), que participou do lançamento, delegada Adriana Mendes, o roubo e o furto de cargas figuram entre os crimes que mais cresceram no estado nos últimos anos. Ela afirma que o aumento no crime afeta não apenas o índice de violência, mas também reflete diretamente na economia, na relação de mercado, até mesmo no preço final dos produtos e serviços quando chegam ao consumidor, com o aumento do custo do frete e de seguros feitos pelas transportadoras.

Redução em 2018

A análise do ISP mostra que os roubos de cargas começaram a crescer significativamente no Rio em 2014, atingindo seu ápice em 2017. Já em 2018 estes números começaram a cair, a partir de uma atuação estratégica das forças de segurança aliada aos dados produzidos pelo Instituto. “Através da análise das manchas criminais, observamos o maior número de ocorrências, se buscou juntamente a delegacia que trata do roubo e furtos de cargas, traçar medidas e ações que buscavam a diminuição desses índices. E isso, efetivamente, foi alcançado”, afirmou Adriana.

A ideia central da instalação da frente parlamentar é debater de forma permanente a questão do roubo de carga e garantir que a queda no índice se sustente a médio e longo prazo. “Nós verificamos que as instituições vinculadas a segurança pública falam entre si. Mas é preciso muito mais que isso, é preciso continuidade e estratégias”, declarou a deputada Martha Rocha. A parlamentar também lembrou o impacto que esse crime tem em toda a economia do Estado.

Também fizeram parte da mesa os deputados Chicão Bulhões (Novo) e Sub Tenente Bernardo (Pros); Edson Henrique Damasceno, delegado titular da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas; Leandro M. da Cunha, Auditor Fiscal; e José Hélio Macedo, Assessor Regional de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *