sábado, 23 de janeiro de 2021

Alunos do CAp-Uerj vão ganhar novo local de estudos

A nova sede vai permitir o aumento na oferta de vagas, além da ampliação dos cursos. Foto: Governo do Estado

A partir de 2021, o Instituto de Aplicação Fernando Rodrigues da Silveira – CAp-UERJ vai ganhar uma nova sede. O governador em exercício Cláudio Castro e o presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, deputado André Ceciliano (PT), assinaram, nesta quinta-feira (17), o termo de repasse de R$ 26 milhões aos cofres do Estado para que seja feita a desapropriação de um terreno na Tijuca, na Zona Norte, onde funcionará a nova unidade.

“A Alerj faz história ao economizar dinheiro da população e o reverte para a educação de nosso estado. Isso vai ajudar aos alunos do CAp-Uerj a terem um local digno para estudar e ter mais conhecimento”, afirmou Cláudio Castro.

A nova sede vai permitir o aumento na oferta de vagas, além da ampliação dos cursos. O novo CAp-UERJ vai ocupar as instalações do antigo Instituto Padre Leonardo Carrescia, que encerrou as atividades no ano passado, depois de 73 anos.

“Para essa desapropriação, a Alerj destinou ao Estado cerca de R$ 26 milhões. É muito importante que o CAp-UERJ esteja instalado num ambiente pensado para ser um colégio, com uma estrutura que permita a alunos, professores e funcionários desenvolverem todo o seu potencial e explorarem seus talentos. A instituição é ainda mais inclusiva do que foi no passado, atendendo a alunos de diferentes perfis socioeconômicos e de muitos bairros da capital”, afirmou o presidente da Alerj, deputado André Ceciliano.

Instituição ligada à Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o CAp-UERJ promove formação integral aos estudantes de Educação Básica, Ensino Fundamental e Médio, além de proporcionar experiências de aula aos graduandos da Uerj, voltados à docência. O instituto recebe, ainda, os filhos de funcionários e professores.

“Quero agradecer à Alerj e todos os demais atores em nome de toda comunidade acadêmica. Isso vai proporcionar um espaço adequado para duas mil crianças desenvolverem sua educação no mesmo padrão que a Uerj consolidou ao longo dos anos”, declarou o reitor da Uerj, Ricardo Lodi.

Apoio durante a pandemia

Para auxiliar os estudantes nas atividades virtuais durante a pandemia, a Uerj desenvolveu o Programa de Suporte Digital, que distribuiu tablets e chips com acesso à internet para a comunidade estudantil.

Ao todo, 324 alunos do CAp-UERJ que se encontram em situação de vulnerabilidade socioeconômica foram contemplados pelo programa. Além dos chips e tablets, os estudantes do CAp-Uerj receberam, no mês de setembro, um auxílio emergencial no valor de R$ 600 em parcela única.

“Agradeço à Alerj por disponibilizar este recurso para que pudéssemos efetivar a desapropriação de um imóvel tão importante para o desenvolvimento educacional de nossas crianças”, concluiu o secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Dr. Serginho.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *