segunda, 26 de outubro de 2020

Aumento de produção e venda de mel durante a pandemia

As vendas de mel e própolis aumentaram cerca de cem por cento em todo o Brasil. Foto: Divulgação

A Secretaria de Agricultura, por meio da Emater-RJ, mesmo durante a pandemia segue apoiando a promoção de atividades ligadas a apicultura no estado que, entre tantas vantagens, se destaca pelo o uso reduzido de capital e de propriedade de terra.

“O setor movimentou mais de R$10 milhões no ano de 2019 no Estado do Rio de Janeiro, com uma produção acima de 291 mil Kg de mel produzido por 914 apicultores. A Região Sul do Estado, com destaque para o município de Paty do Alferes, é a maior produtora de mel, seguida das Regiões Centro, Serrana, Norte e Noroeste”, explicou Marcelo Queiroz, secretário de Agricultura.

Além do relevante papel para o meio ambiente, permitindo a reprodução de diferentes espécies de plantas através da polinização, as abelhas também são fonte de mel e outros produtos derivados, como própolis, pólen e geleia real, que trazem inúmeros benefícios para saúde.

De acordo com o Diretor da Federação dos Apicultores do Rio de Janeiro, as vendas de mel e própolis aumentaram cerca de cem por cento em todo o Brasil. “O nosso consumo interno, absorveu o déficit da exportação. E com a grande procura pelo produto já existe até uma quase escassez do mel no País”, explicou Nelson Victor de Oliveira. Ele disse ainda que uma colmeia saudável, das abelhas conhecidas como africanas, produz até 60 mil kg por ano.

A criação de abelhas é uma atividade econômica de caráter essencialmente ecológico, envolvendo a polinização das flores, formação de frutos e contribuindo na dispersão de inúmeras espécies de vegetais dependentes desses insetos. Sabe-se que sem as abelhas a produção mundial de alimentos cairia drasticamente afetando toda a população, assim como a formação das florestas pelo planeta.

O apicultor, além de ter sua atividade econômica com a produção de mel e derivados auxilia na polinização com a criação desses insetos que ao buscarem o pólen nas flores fazem esse trabalho. O apicultor trabalha em união com a natureza fornecendo as abelhas para a polinização e recebendo em troca o mel.

“As abelhas assumem uma elevada importância na vida de todos os seres vivos, e para o equilíbrio dos ecossistemas”, finalizou o secretário.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *