sexta, 18 de setembro de 2020

Barreiras sanitárias são reforçadas para o feriadão em Maricá

Barreira, Maricá, Covid-19, praia
Barreiras continuam no feriadão. Foto: Pedro Conforte

A cidade de Maricá não irá retornar ao estágio anterior da bandeira amarelo 1, em decorrência do feriado prolongado de Independência do Brasil, mas as barreiras sanitárias serão reforçadas no acesso ao município.

A medida publicada no decreto da Prefeitura publicado no Diário Oficial do dia 02 de junho, estabelece o retorno da bandeira anterior quando existir um feriado prolongado, mas diante do controle da proliferação do novo coronavírus, a cidade permanecerá no mesmo estágio.

“Fizemos uma reunião e avaliamos que as os parâmetros continuam os mesmo a taxa de saturação da nossa rede, tanto do Che e da estrutura do Conde estão sob controle, o que deu a saúde a segurança de permanecer na bandeira amarelo 2” disse o prefeito Fabiano Horta.

O chefe do executivo ainda ressaltou que a atuação de controle de acesso nas barreiras sanitárias serão intensificadas no feriado prolongado, visando o controle de contaminação do vírus.

“Estamos intensificando as barreiras sanitárias, visto que no último final de semana de sol mais intenso, tivemos um fluxo muito grande externo. Nesse feriado as barreiras estarão ainda mais intensificadas, na região litorânea e principalmente na ligação entre Maricá e Itaboraí. O objetivo é restringir a população de fora, já que a transmissão interna está sob controle” disse.

Cerca de 160 agentes do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis) e Guarda Municipal atuarão nas barreiras. O secretário de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional, Tenente Coronel Júlio César Veras, ressalta que ainda não acabou.

“Nosso principalmente objetivo é coibir que pessoas de outras cidades acessem o município. A ação terá parceria com as secretarias de Defesa Civil, Trânsito e subsecretaria de Postura, que ficarão responsáveis pelo litoral. Pedimos a compreensão da população, pois ainda não acabou”, explicou.

O chefe da pasta ainda ressalta que as barreiras são colocadas em sete pontos estratégicos da cidade, através de estudos realizados pela secretaria.

“As praias no último final de semana estavam cheias no Brasil inteiro, entendemos que a população não aguenta mais, porém o vírus ainda está circulando. Pretendemos minimizar a aglomeração na cidade, com as barreiras sanitárias e a ação das demais secretarias”, disse.

Bandeiras

I – bandeira vermelha (lockdown);
II – bandeira laranja (isolamento);
III – bandeira amarela (reabertura gradual – Nível I e Nível II);
IV – bandeira azul (nova normalidade).
Parágrafo único. Quando existir um feriado prolongado, será observada a bandeira imediatamente anterior.

Publicada às 12h18 – Atualizada às 16h05

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

2 thoughts on “Barreiras sanitárias são reforçadas para o feriadão em Maricá

  1. Barreiras? Onde? Ponta Negra está um formigueiro. E de gente sem máscara. Se é pra ter barreira no feriadão é pra começar a partir do meio dia de sexta. Aí funcionaria. De resto é só teoria. Infelizmente!

  2. Pena que a barreira aqui em Itaipuaçu não é eficaz, pois todos eu disse TODOS os carros entram, prova disso é que meus vizinhos estão com visitas de fora fazendo festa, todos os finais de semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *