segunda, 26 de outubro de 2020

Carnaval 2020: Governo lança dicas para casos de desaparecimentos

Carnaval é um período de diversão e também, muita distração. Segundo a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos do Rio de Janeiro (SEDSODH), há um aumento da possibilidade de pessoas desaparecerem ou se perderem em grandes eventos – especialmente crianças, adolescentes, idosos e pessoas em vulnerabilidade mental. 

Com o objetivo de sensibilizar a sociedade sobre isso, o Governo do Estado do Rio de Janeiro lançou nesta terça-feira (18) uma ação para conscientização sobre a prevenção e enfrentamento ao desaparecimento de pessoas durante o período de Carnaval. Hoje, em média 400 pessoas desaparecem por mês no estado.

A ação foi elaborada pela Coordenadoria de Desaparecidos, da SEDSODH, criada em janeiro de 2019 pelo governador Wilson Witzel e liderada por Jovita Belfort, mãe de Priscila, que jovem que desapareceu há 16 anos no Rio. A Coordenadoria é a única no país e, recentemente, foi considerada modelo para outros estados pelo governo federal.

Durante o período da folia, panfletos da SEDSODH entregues ao município do Rio de Janeiro serão distribuídos à população. O material é informativo e fornece orientações sobre como prevenir e agir em caso de desaparecimento de familiares ou amigos. Veja algumas das principais dicas desse material:

– Sempre identifique crianças, idosos e pessoas com deficiência de alguma forma (pulseiras, colares de identificação, adesivos nas roupas etc);

– Evite que a criança fique ou circule sozinha em blocos, bailes e aglomerações em geral. Nem mesmo por alguns minutos;

– Não deixe a criança sozinha ou que vá à rua desacompanhada. Ela sempre deve ir com você ou com um adulto de sua confiança;

– No caso de desaparecimento de alguém, registre o fato na delegacia de polícia mais próxima;

– Procure em hospitais, prontos-socorros e abrigos públicos;

– Descarte a possibilidade de falecimento junto à delegacia ou indo diretamente ao Instituto Médico Legal (IML);

– Divulgar o desaparecimento para amigos, familiares e redes sociais;   

– Entre em contato com os seguintes serviços, que funcionam 24 horas por dia:

Polícia Militar – Emergência 190

Delegacia de Descobertas de Paradeiros – DDPA (2202-0338 / 98322-0228)

Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (2779-6622)

Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (2717-2838 / 99820-5492)

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *