quarta, 21 de outubro de 2020

Casas em Maricá mais valorizadas

Imóveis residenciais apresentam alta de 8,4% em Maricá. Foto: Arquivo/ Ascom Maricá
Imóveis residenciais apresentam alta de 8,4% em Maricá. Foto: Arquivo/ Ascom Maricá

Casas em Maricá apresentaram valorização de 8,4%, segundo o Sindicato da Habitação (Secovi) Rio. Os preços desses tipos de imóveis dispararam de R$ 2.983, para média de R$ 3.233, no comparativo entre fevereiro de 2019 e o mesmo período deste ano.

“Maricá tem um preço mais em conta e consequentemente alternativas de habitação para as pessoas terem casa própria. Há essa oportunidade favorável, apesar de ser mais distante de Niterói. A avaliação de Maricá [nas vendas de casas] comprova a questão de valorização no bairro Maria Paula, em Niterói, vizinho de Maricá”, explica Leonardo Schneider, vice-presidente da Secovi Rio.

Em contrapartida, outros tipos de construções residenciais não seguiram a mesma tendência na cidade. O setor de casas de condomínio, por exemplo, sofreram leve desvalorização de 0,7%, uma vez que os preços das propriedades caíram de R$ 3.095 para R$ 3.073.

Em seguida aparece o valor do m² de apartamentos, que ficou praticamente estável, em 0,2% na variação com o mesmo período do ano passado: em fevereiro de 2019 o valor estava na faixa de R$ 2.928 e decresceu para R$ 2.921 neste ano.

Custo-benefício

Em 2019, em Niterói, o bairro de Maria Paula, em Pendotiba, figurou o primeiro lugar na lista de regiões da cidade mais atrativas para vendas, lembra Schneider. Entre janeiro e dezembro daquele ano, o preço do metro quadrado passou de R$ 4.039/m² para R$ 4.302/m², representando um salto de 6,5%

Na opinião de especialistas, o mercado busca alternativas onde encontra opções que cabem mais no bolso.

“Como os bairros nobres têm valor mais alto para Niterói, as pessoas buscam custo benefício. Pagam menos, ficam longe de familiares e trabalho, mas é uma alternativa de procurar algo que caiba no orçamento familiar. Essa é uma razão de Pendotiba, Maria Paula”, disse Leonardo Schneider, em entrevista concedida ao Plantão Enfoco no mês de janeiro.

Niterói

Praticamente estável, o município não apresentou valorização em nenhuma das quatro categorias estudadas pelo Secovi Rio entre fevereiro do ano passado e o mesmo período desse ano, sendo elas: apartamento, casa, casa de condomínio e cobertura.

Segundo a pesquisa, os valores do m² de coberturas da cidade, tiveram média de R$ 6.563 este ano, representando uma desvalorização de 2,7% na variação. Em 2019, os preços atingiam a ordem dos R$ 6.744.

Já as casas de condomínio sofreram queda de 1,3% na variação. Os valores caíram de R$ 4.263 para R$ 4.209. Logo em seguida, aparecem os setores de casa (0,8%) e apartamento (0,2%), com redução de R$ 4.241 para R$ 4.205 e R$ 6.577 para R$ 6.567, respectivamente.

“As coberturas sofrem muito por conta do preço da taxa extra de condomínio. Casas, por exemplo, não têm isso, apesar de contarem com uma certa insegurança. Mas o custo de condomínio pesa muito no bolso do cliente e influencia nesse cenário”, ensina Leonardo Schneider.

Reajuste de aluguéis

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), que reajusta os aluguéis apresentou queda 0,04% em fevereiro, afirmou o Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (FGV). A queda no reajuste só não foi maior que a registrada em janeiro, quando a queda foi de 0,48%.

Apesar dos valores referentes aos últimos dois meses, com este resultado, revela o órgão, o índice ainda acumula alta de 0,44% nos últimos 12 meses.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

4 thoughts on “Casas em Maricá mais valorizadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *