segunda, 25 de janeiro de 2021

Cedae combate ligações clandestinas de água no Rio

Furto de água é crime tipificado no artigo 155 do Código Penal. Foto: Cedae

Uma equipe de Segurança Patrimonial da Cedae desfez 10 ligações clandestinas de água nesta semana em Anchieta, Guadalupe e Rocha Miranda, na Zona Norte do Rio, e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.

Na última quinta-feira (7), em operação conjunta com o Batalhão de Irajá (41ª BPM), técnicos da Companhia cortaram dois “gatos” utilizados para abastecer banheiro irregular e chuveirão em praça na Avenida Chrisóstomo Pimentel de Oliveira, em Anchieta.

No mesmo bairro, duas ligações clandestinas foram desfeitas em lava a jatos na Rua Cristóvão Jaques. A atuação conjunta também eliminou irregularidades em lava a jato e quiosques na Rua Leocádio Figueiredo, em Guadalupe. Já em Rocha Miranda, um “gato” foi desfeito em domicílio na Rua dos Diamantes.

Em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, ligações clandestinas foram extintas em lava a jatos na Rua Frederico de Castro Pereira, no bairro Carolina, e na Rua Peru, no Centro do município.

Já na última terça-feira (5), também em Nova Iguaçu, técnicos da Companhia identificaram “gatos” na Avenida Estrada de Ferro, no bairro Manhoso, e na Rua Dona Orminda, no bairro Andrade Araújo. Os locais possuíam caixas d’água de 3.000 e 3.500 litros, respectivamente.

Furto de água é crime tipificado no artigo 155 do Código Penal. Denúncias de ligações clandestinas de água podem ser feitas pelo site ou pelo telefone 0800-282-1195.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *