domingo, 29 de novembro de 2020

Centro de imagens do hospital Carlos Tortelly abre em outubro

O local vai dispor ainda de laboratório de análises clínicas. Foto: Luciana Carneiro/Ascom Niterói

O novo Centro de Diagnóstico por Imagem do Hospital Municipal Carlos Tortelly vai começar o atendimento em outubro. Nesta terça-feira (29), o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, realizou uma visita técnica ao local que terá exames de radiologia digital, tomografia computadorizada, mamografia, endoscopia, ecocardiografia e ultrassonografia. O local vai dispor ainda de laboratório de análises clínicas, podendo obter diagnósticos, como imunologia, bioquímica, hematologia e microscopia.

“Esse é um investimento de mais de R$ 25 milhões em equipamentos, na infraestrutura e na equipe. Todos os equipamentos já foram adquiridos. É um investimento muito expressivo para termos um atendimento cada vez melhor, sobretudo na área de maior complexidade”, destaca o prefeito.

“De acordo com o Sistema Único de Saúde, a Prefeitura deve atender atenção básica e de média complexidade. Apesar disso, diante das dificuldades que estamos observando nas redes estaduais e federais, Niterói tem investido também na alta complexidade, mesmo sem ser sua atribuição, para prestar um bom atendimento aos niteroienses. De 2013 a 2020, a Prefeitura aumentou cinco vezes o investimento em Saúde, saindo de R$ 120 milhões a quase R$ 600 milhões”, completou.

O secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, destacou que é fundamental ter um centro de imagens no Carlos Tortelly porque aumenta a capacidade de identificar e diagnosticar doenças nos pacientes internados e nos que procuram a emergência.

“Mas o centro de imagens não vai atender apenas pacientes do hospital, e sim toda a rede municipal de saúde, inclusive no atendimento ambulatorial, através de encaminhamento do Médico de Família e das Policlínicas. Vamos reduzir as filas, conseguir um diagnóstico mais rápido e um tratamento cada vez mais adequado ao niteroienses”, afirma Rodrigo Oliveira.

Para o vice-presidente rede hospitalar da Fundação Municipal de Saúde, Ramon Lorenzo Sánchez, uma das grandes conquistas é a implantação do primeiro tomógrafo municipal. O equipamento, que realiza exames de alta complexidade, está disponível nas unidades estaduais e federais.

“Não vamos precisar dos hospitais estaduais e federais para realizar as tomografias de nossos cidadãos. É uma obra de primeiro nível que vamos entregar para a população. A equipe já está sendo treinada”, conta.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *