sábado, 26 de setembro de 2020

Chegada de turistas em Arraial do Cabo gera revolta

Moradores de Arraial do Cabo estão preocupados com uma possível propagação em massa da Covid-19. Foto: Ascom Arraial do Cabo

Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, foi parar nos assuntos do momento do Twitter por conta do elevado número de turistas que desembarcou na cidade turística entre a noite de sexta (4) e a manhã deste sábado (5) para curtir o feriado da Independência do Brasil.

A discussão foi levantada por moradores que estão preocupados com a chegada dos visitantes e de uma possível propagação em massa da Covid-19.

Uma imagem que viralizou nas redes sociais mostra engarrafamento nos acessos à cidade — que é conhecida pelas belas praias. Somente nas primeiras horas desta sexta, mais de 180 veículos foram barrados na entrada do município, de acordo com a Prefeitura.

O governo municipal esclarece que neste feriado de 7 de setembro (segunda-feira), em comemoração à Independência do Brasil, a cidade estará aberta parcialmente, porém de acordo com os decretos de flexibilização e prevenção contra o novo coronavírus.

As barreiras na entrada da cidade continuam funcionando 24h através da Secretaria de Segurança Pública. Ao todo, cinco barreiras estão montadas no Centro e nos Distritos fazendo o controle para que somente aqueles que tiverem comprovante de residência em Arraial do Cabo, prestadores de serviços e turistas com o voucher oficial que comprovem hospedagem no Município possam ingressar na cidade.

“Lembrando que nesta primeira etapa da flexibilização, somente os seguintes veículos estão permitidos a entrar: moradores e proprietários de imóveis (com comprovante de residência), prestadores de serviços e turistas (com voucher oficial da Prefeitura que comprovem reserva de hospedagem em Arraial do Cabo). Ônibus, excursões, day use (bate-volta) e city tour permanecem proibidos nesta etapa”

Prefeitura de Arraial do Cabo

Praias

A fiscalização nas praias também foi intensificada através da Secretaria do Ambiente, por meio da Guarda Ambiental Marítima, a fim do cumprimento do decreto que ainda restringe o acesso à Praia do Forno e às Prainhas do Pontal do Atalaia.

Estão liberadas, desde que atendendo as recomendações do Decreto nº3.121, as praias: Praia Grande (centro e Distritos), Prainha, Praia do Pontal (ao lado do Pórtico) e Praia dos Anjos.

Passeios

Os passeios de barco, bugre e quadriciclo também já estão liberados para clientes que comprovem residência ou reserva de hospedagem em Arraial do Cabo através do voucher oficial emitido pela Prefeitura.

Somente podem retomar as atividades as embarcações autorizadas a retomar as atividades são as certificadas e cadastradas pela FIPAC, pelo ICMBio e pela ABETEPAC, respeitando o limite de até 50% da capacidade máxima de passageiros em cada passeio e seguindo todos os protocolos da Cartilha Arraial Limpo e Seguro.

Hotéis

Hotéis, pousadas e hostels podem funcionar com a capacidade reduzida em 50% dos leitos, sendo proibida a acomodação, no mesmo quarto, de hóspedes de diferentes núcleos (os chamados “quartos compartilhados”).

Os hotéis cadastrados no Selo Arraial Limpo e Seguro trabalham durante este feriado com a ocupação máxima dentro do limite estabelecido no Decreto. A Secretaria de Turismo estará de plantão até às 17h, durante todo o feriado para atender as demandas, na Rodovia General Alfredo Bruno Martins, s/nº, no Pórtico da Cidade, ou através do número (22) 2622-1949.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

5 thoughts on “Chegada de turistas em Arraial do Cabo gera revolta

  1. E ainda tem que aguentar a falta de educação do povo que anda pelo acostamento e não tem fiscalização….

  2. Arraial é lindo, mas a pandemia não passou, vamos respeitar os moradores, mas não podemos esquecer que a maioria deles vive do turismo.

  3. Eu não coloco mais os meus pés em Arraial do Cabo, a contra gosto, é claro. O povo de lá sabe que vive do turismo e fica fazendo “cú doce” para os visitantes. Se dependesse de mim não iria mais ninguém pra lá.

  4. Quem ñ depende do turismo p viver ta malhando mas ñ sab oq e ver o filho pedir e ñ ter p dar e ninguém ta pedindo esmola ñ apenas poder fazer ok sempre fez trabalhar..se previnam e tenham fé em Deus..porq viver de auxílio é p vagabundo..

  5. Me senti “roubada” nessa cidade, se depender de mim falo com o máximo de pessoas para não ir! Pessoal abusivo, não deixaram usar meu carro para ir ao atalaia te obrigam pagar 80 reais para ir e volta de táxi em uma distância de menos de 5km. Nunca mais volto nessa cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *