quinta, 21 de janeiro de 2021

Circulação liberada no Réveillon do Rio

Queima de fogos na praia de Copacabana, Réveillon Rio 2019

Sem previsão sobre se vai haver ou não a festa de Réveillon no Rio, o governo do Estado não deve proibir a circulação de pessoas nos espaços públicos nas horas que antecederem 2021.

O governador em exercício, Cláudio Castro, disse, na manhã desta terça-feira (15), que não haverá impedimento para quem quiser frequentar os espaços públicos e as praias do Rio. A declaração foi dada durante reunião sobre o plano de contingenciamento das chuvas, na sede do governo estadual, em Laranjeiras, na Zona Sul da cidade.

Em relação à festa, Castro disse que a organização, caso haja, será de competência da prefeitura e que não vai proibir ninguém de circular pela cidade. Ele disse ainda que vem atuando no combate às aglomerações no estado.

“Temos dialogado com a prefeitura e é uma decisão do município e não do estado [realizar a festa de Réveillon]. O direito de ir e vir é livre e não podemos proibir [a circulação]. Se a pessoa quiser ir caminhando para a praia ela pode ir, sou contra essa proibição. Nossa ideia é que não haja aglomerações e estamos fiscalizando de maneira duríssima as festas e não estamos concedendo licenças. O que o Estado está fazendo é fiscalizar esses eventos e educando a população”, disse o governador em exercício.

A prefeitura do Rio, através da Riotur, empresa que organiza o evento, informou, em nota, que está avaliando o formato de Réveillon a ser feito na cidade, em função do cenário atual da pandemia da Covid-19. A pasta disse ainda que, em paralelo, vem analisando as curvas de contágio junto ao Comitê Científico e que novas informações sobre como será a festa serão divulgadas.

Casos

A secretaria de Estado de Saúde do Rio informou que registra, até esta segunda-feira (14), 389.893 casos confirmados e 23.740 óbitos por coronavírus (Covid-19) no estado. Há ainda 446 óbitos em investigação e 2.402 foram descartados. Entre os casos confirmados, 359.165 pacientes se recuperaram da doença.

Evento da virada cancelado

A Prefeitura do Rio, por meio da Riotur, informa que o réveillon oficial da cidade do Rio de Janeiro está cancelado em função do atual cenário da pandemia da Covid-19.

Embora o Réveillon Rio 2021 tenha sido projetado em um novo formato, diferente daquele tradicional como há anos é praticado na cidade, isto é, sem presença de público, sem queima de fogos e feito para ser acompanhado pela TV e pelas mídias digitais, neste momento, a Prefeitura opta pelo cancelamento do evento da virada do ano em respeito a todas as vítimas e em favor da segurança de todos. 

“Quando anunciamos o novo modelo para o Réveillon Rio 2021, falamos em responsabilidade social. O nosso discurso permanece. O motivo do cancelamento nada mais é que uma decisão consciente e responsável”, afirmou o presidente da Riotur Fabricio Villa Flor.

“Esta é uma decisão necessária para a proteção de todos. A festa será a da esperança por bons resultados das vacinas para conter a pandemia. Será ainda um momento de reflexão sobre um ano difícil, de luta, com lamentáveis perdas de tantas pessoas. E será também hora de dar graças a Deus pelas vidas salvas”, concluiu o prefeito Marcelo Crivella.

Publicada às 16h16. Atualizada às 17h26.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Circulação liberada no Réveillon do Rio

  1. Esse governador deve está de brincadeira, está é com medo de tomar alguma atitude. Vamos ver em janeiro o que vai dar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *