terça, 20 de outubro de 2020

Coronavírus: Niterói instaura Gabinete de Crise

Objetivo é evitar a disseminação da COVID-19 em Niterói. Foto: Ramon Ribeiro

Em atenção à pandemia do novo Coronavírus decretada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a Prefeitura de Niterói torna públicas orientações e ações voltadas para os servidores públicos, usuários dos equipamentos da rede municipal de Niterói e a população em geral, com o objetivo de evitar a disseminação da COVID-19 na cidade.

As decisões, que podem sofrer alterações diárias de acordo com a evolução do vírus, estão em linha com os atuais protocolos de saúde e proteção à população.

1- O prefeito Rodrigo Neves instituiu nesta sexta-feira (13), por meio de decreto que será publicado neste sábado (14), o Gabinete de Crise para centralizar a tomada de decisões, integrar e alinhar as iniciativas do Município na prevenção e assistência à população.

Compõem a Força-tarefa as secretarias de Saúde, Educação, Planejamento, Comunicação, Idoso, Ordem Pública, Administração, Fazenda, Procuradoria-Geral, Urbanismo, Transportes e Mobilidade.

Todo governo municipal, por meio de seus dirigentes, alinhará as ações de combate à disseminação do novo coronavírus na cidade, seguindo os protocolos nacionais e internacionais e a diretriz do Gabinete de Crise.

2- O Grupo de Resposta Rápida ao Novo Coronavírus, criado por portaria em janeiro, quando os primeiros casos de COVID-19 foram relatados na China, passa a integrar o Gabinete de Crise, comandado pelo prefeito de Niterói.

Caberá ao Gabinete de Crise passar as orientações para todas as repartições municipais, redes de ensino e de saúde e espaços públicos, sempre de acordo com a análise técnica dos profissionais de saúde. As ações do Gabinete de Crise serão divulgadas diariamente nos canais oficiais da Prefeitura de Niterói.

3- Diariamente, em horário a ser divulgado, especialista da Prefeitura de Niterói ocupará as redes sociais oficiais do Município para tirar dúvidas enviadas pela população e atualizar as últimas ações da cidade no combate ao COVID-19.

4- As ações terão, no momento, caráter de prevenção. A cidade tem hoje apenas um caso confirmado, um homem de 27 anos que viajou para a Europa e encontra-se em isolamento domiciliar, sob acompanhamento das equipes de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Niterói.

Os casos em investigação na cidade estão sendo monitorados em tempo real e quaisquer informações adicionais serão divulgadas ao público através dos canais oficiais da Prefeitura de Niterói.

5- A Prefeitura de Niterói já disponibilizou cartilha com as principais informações sobre a transmissão do Novo Coronavírus e formas mais eficazes de prevenção pela população.

O material será distribuído nas repartições públicas e pode ser acessado no link. Em caso de sintomas associados ao COVID-19, como febre, dor de garganta e tosse, o servidor deverá procurar orientação do setor a que pertence, ligar para 136 ou procurar unidade de saúde mais próxima.

6- Niterói segue a determinação do plano de contingência da Secretaria de Estado de Saúde. A rede municipal de Saúde conta com seis hospitais, dois serviços de pronto atendimento e o Serviço Móvel de Urgência (Samu). Na atenção básica são 56 unidades de saúde.

O plano de contingência estadual prevê que o Município tenha 6 leitos de isolamento para o Novo Coronavírus nas unidades municipais, além dos leitos determinados nas unidades estaduais e federais. A Fundação Municipal de Saúde prevê, ainda, a abertura de novos leitos, além dos determinados no plano de contingência do Estado.

7- Entre outras medidas já adotadas pela Prefeitura de Niterói, estão o treinamento de pessoal especializado em lidar com o Novo Coronavírus, compra de insumos e equipamentos para os espaços públicos, em especial as unidades da rede municipal de Saúde e Educação, além dos espaços vinculados à Cultura e repartições públicas municipais em geral.

A capacitação será estendida também às equipes voluntárias dos Nudecs (Núcleos de Defesa Civil nas Comunidades da Cidade), preparados para atuarem em situações de risco.

8- A Prefeitura de Niterói reitera que a situação exige ações firmes e alinhadas ao determinado pelos protocolos técnicos. É também importante a não divulgação de fake news. Neste momento, é fundamental a integração das ações e o reforço na retaguarda para assistência à população, o que está já sendo feito.

9- A população poderá acompanhar pelos canais oficiais novas medidas que serão adotadas pela Prefeitura de Niterói, integrando as iniciativas do setor público e privado, para que a a cidade seja, mais uma vez, um exemplo de cuidado com a população em situações de crise.  

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Coronavírus: Niterói instaura Gabinete de Crise

  1. rodrigo neves ,
    teu decreto nao ta sendo respeitado
    1. medico de familia se recusou agendar vacinaçao em pacientes idosos e de risco
    2.edificio towner do lado da sua prefeitura faz carceres privado de seus funcionarios
    faz aglomeraçoes de funcionarios e clientes no inerior de seu predio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *