Corrente do bem para o resgate de Luke em Niterói

Luke foi encontrado em um terreno no Barreto. Foto: Arquivo Pessoal

Desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (29), as amigas Claudia e Camilla viviam a angustia após o desaparecimento do cãozinho Luke em Niterói. O drama teve fim a partir de uma corrente do bem iniciada nos grupos do Plantão Enfoco pelas redes sociais. O animal da raça boxer foi encontrado a tarde no Barreto.

Segundo a psicóloga Claudia Rodrigues, de 32 anos, Luke teria aproveitado um momento de distração e escapado quando a porta do imóvel onde é cuidado, no bairro Santana – mais conhecido como Ponto Cem Reis -, ficou aberta.

De acordo com ela, o animal escapou por volta de 5h30. Rápido demais para ser acompanhado a pé e com a baixa luminosidade por ainda ser madrugada o animal acabou se perdendo.

Foi então que ela, com a ajuda do irmão Felipe Rodrigues (33), e da amiga, Camilla Motta, iniciou a peregrinação atrás do bichano. Com apoio das redes sociais, elas aproveitaram os grupos do Plantão Enfoco para divulgar o desaparecimento de Luke.

Ainda pela manhã uma das seguidoras do grupo alertou a psicóloga sobre ter visto um animal da mesma raça circulando pelo Barreto, próximo à uma loja de matérias de construção e utilidades.

Como Claudia já tinha trabalhado em um estaleiro próximo, acabou fazendo contato com um antigo colega de trabalho, que confirmou a descrição e afirmou que o cachorro estava muito assustado circulando em um terreno próximo.

As amigas seguiram imediatamente ao local e encontraram Luke. Segundo a psicóloga, o reconhecimento foi imediato

“Quando me viu ficou abanando o rabinho”, comentou aliviada.

Ainda de acordo com Claudia, ela e o irmão levaram o doguinho ao veterinário e logo na entrada até os funcionários reconheceram: “Esse não é o Luke?!”, questionou a recepcionista.

“Obrigada a todos que se importaram e nos ajudaram a encontra-lo…”

Claudia Rodrigues

Na semana passada um cão da raça Pug também foi resgatado, dessa vez em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói, após uma corrente que mobilizou as redes sociais. O pequeno Nick faz companhia ao aposentado Sérgio Dutra, de 81 anos.

Nick, de 2 anos, foi localizado no quintal de uma moradora do mesmo bairro, que ficou sabendo da origem do cãozinho a partir de uma publicação pela internet.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *