Alunos do curso participam de simulado da Defesa Civil. Foto: Alex Oliveira

A Defesa Civil de Maricá encerrou esta sexta-feira (13) o primeiro curso de Desastres Climatológicos. Este é o primeiro curso a ser realizado no país e possui participantes de outras cidades e Estados.

Na manhã desta sexta-feira (13), alunos participaram de um simulado de incêndio em vegetação, onde foram utilizados protótipos de aparelhos de detecção de fumaça, desenvolvido pela Universidade Federal Fluminense (UFF), desenvolvido em impressora 3D.

Coordenador do curso, o major Wellington Silva, falou sobre o objetivo do curso e a aplicação do conhecimento na Defesa Civil.

“O curso teve como objetivo debater a temática de Desastres Climatológicos, trouxemos profissionais da Universidade Federal Fluminense para compor nossas aulas, além profissionais de outras regiões do país para que pudéssemos melhorar as discussões como atuar em situações de seca, estiagem, incêndios florestais e baixa umidade do ar. O curso visa ensinar o que já é aplicado na Defesa Civil de Maricá” disse.

Professor de Engenharia Ambiental da Universidade Federal Fluminense (UFF), Márcio Cataldi, explicou aos alunos sobre a importância do aparelho de detecção de fumaça desenvolvido pela universidade o professor.

“O detector de incêndio foi calibrado para a cidade de Maricá, e durante o simulado podemos testar e verificar que o aparelho chegou a captar 50 por cento da fumaça que provocamos, além de detectar os gases inflamáveis que foram utilizados. Caso o aparelho seja utilizado pela Defesa Civil, pode evitar um incêndio de grandes proporções, já que o aparelho detecta o fogo no início”, explicou.

Morador de Roraima, o soldado do Corpo de Bombeiros, Marcelo Ferreira, veio a Maricá para adquirir experiências com o curso.

“Este curso agregou muito valor ao meu conhecimento, com trocas de experiências. Pude contar sobre os desastres que acontecem em Roraima e adquirir experiência para poder atuar na Defesa Civil do meu Estado”, contou.

O curso teve duração de três dias, contou com aulas e simulados relacionados aos impactos ambientais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *