domingo, 27 de setembro de 2020

Depois do calor, tempo vira nesta sexta no Estado

A temperatura não deve passar dos 29º C nesta sexta em Niterói. Foto: Arquivo

Depois de um calor intenso, com recorde de temperatura, o Estado terá uma mudança brusca na temperatura nesta sexta-feira (17) devido a passagem de uma frente fria que trará chuva e ventos fortes. A Defesa Civil de Niterói emitiu um alerta para os fortes ventos costeiros que podem atigir o litoral (tanto a Região Oceânica quanto as praias da baia) a partir desta sexta.

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) o Rio registrou a maior temperatura do ano, 38,2°C de máxima às 15 horas, nesta quinta-feira. Por pouco a máxima não foi em Niterói, que registrou em Itaipu, 38,1°C. A maior de janeiro de 2019 e de todo o ano de 2019 foi de 41,2°C.

Depois de uma quinta-feira de calor a sexta chega derrubando a temperatura. O céu vai ficar nublado, podendo a chuva cair a qualquer hora do dia. Por conta da frente fria, os termômetros ficam abaixo de 30ºC. Em Niterói, no sábado a temperatura não passa dos 25°C, bem diferente dos 38,1°C registrados nesta quinta. Esta temperatura deve se manter durante o fim de semana e o primeiros dias da próxima semana.

Alerta de ventos fortes

O Inmet emitiu um alerta para ventos fortes vindo do mar, que podem atingir todo o litoral do Estado. Além disso, a Marinha confirmou e ressaltou ainda que ondas de até 2,5 metros irão atingir – neste fim de semana – o litoral do Rio, incluindo Niterói.

A Defesa Civil de Niterói alerta que por conta dos fortes ventos pode haver quedas de árvores em alguns pontos da cidade. Em caso de emergência, a população pode ligar para os Bombeiros pelo 193 ou para a Defesa Civil, no 199.

Lei Seca inicia Operação Verão

Operação Verão começou nesta quinta. Foto: Arquivo

Este fim de semana será o primeiro da Operação Verão da Lei Seca que teve início nesta quinta-feira (16), com blitzes diurnas de fiscalização nos principais acessos às praias, áreas de lazer e cachoeiras. As ações serão realizadas em toda a Região Metropolitana e Interior do Estado e vão até depois do Carnaval.

Este é o sexto ano consecutivo da Operação Verão da Lei Seca. Na última edição, que aconteceu, foram abordados 23.739 motoristas e 1.455 apresentavam sinais de embriaguez, o que representa 6,12% do total de abordados.

“Pretendemos com esta Operação Verão que a população entenda que os riscos de misturar bebida alcoólica e direção não tem hora”, reforçou o Superintendente da Operação Lei Seca, tenente-coronel Marcelo Rocha.

Durante todo o verão também serão intensificadas as ações educativas nas áreas de lazer e praias a fim de alertar a população sobre os riscos de beber e dirigir. 

As blitzes noturnas continuarão sendo realizadas normalmente.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *