segunda, 23 de novembro de 2020

‘Deus te mata’: discussão religiosa nas barcas viraliza na web

Imagens: via grupo Plantão Enfoco

O vídeo de uma confusão dentro das barcas viralizou nas redes sociais nesta quarta-feira (15). Na reprodução, uma mulher discute com um homem que se dizia pastor e que teria pedido dinheiro aos passageiros no interior da embarcação. Não é possível saber, através da filmagem, em qual estação a confusão se dá.

De acordo com comentários nas redes sociais, o vídeo retrata apenas o final da confusão e não aparece o momento em que o homem teria entrado pregando a palavra de Deus, pedindo às pessoas o valor de R$ 50.

Alguns se recusaram a entregar a quantia, entre elas a mulher que aparece envolvida na confusão e iniciou a briga, que por pouco não foi generalizada. Ela precisou ser contida por outros passageiros, chegando a dar socos no homem que gritava “vai embora, Satanás”. Alguns relatos dão conta ainda de que o homem, alterado, a teria agredido antes com a bíblia. No momento da confusão, nenhum funcionário da CCR Barcas aparece para separar a discussão.

A CCR Barcas informou que não corrobora com qualquer ilegalidade nas estações ou barcos e que seus colaboradores são treinados para coibir tais práticas.

A empresa diz que alguns usuários insistem em realizar essas ações [de pedir dinheiro] e a empresa, apesar de não possuir poder de polícia, adota medidas para coibi-las, por meio da afixação de adesivos, de locuções sonoras e de trabalhos institucionais.

A instituição ressaltou ainda que, no momento da discussão do vídeo, a tripulação estava envolvida com a manobra de atracação do barco, visando os procedimentos de segurança da navegação.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *