sábado, 28 de novembro de 2020

Dia das Mães não será mais neste domingo em Niterói

mãe, avó, idoso, mãos
Tradicionalmente celebrado no segundo domingo de maio, Dia das Mães vai ficar para julho em Niterói. Foto: Divulgação

O Dia das Mães em Niterói será no segundo domingo de julho. A proposta encaminhada pelo prefeito Rodrigo Neves (PDT) foi aprovada, na noite desta quarta-feira (6), pela Câmara de Vereadores, em primeira e segunda discussão. A medida agora retorna à Prefeitura, para ser sancionada.

A determinação altera a data, tradicionalmente comemorada no segundo domingo de maio em todo o país, para o segundo domingo de julho, a ser comemorada no dia 12, neste ano. A justificativa é que o período de pandemia do novo coronavírus acabou exigindo medidas de isolamento social e o fechamento de comércios para conter o avanço do vírus.

A matéria chegou ao Poder Legislativo nesta quarta-feira e foi incluído, em caráter de urgência, na Ordem do Dia. O texto obteve parecer favorável das duas comissões responsáveis pelo conteúdo, a Comissão de Cultura, Comunicação e Patrimônio Histórico e a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Inovação, Turismo e Indústria Naval.

Devido à urgência, o texto foi colocado em votação em primeira e segunda discussão, com dispensa de interstício (intervalo entre as votações). Por conta do quórum, presencial e virtual durante a sessão, a proposta foi aprovada com apenas 12 votos favoráveis.

Segundo o prefeito, a alteração foi conversada com associações comerciais e entidades responsáveis pelo comércio em Niterói. Procurada, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) informou que a proposta inicial era para abertura de uma janela para que os comerciantes pudessem atuar entre os dias 1º e 10 de maio para evitar prejuízo de vendas nesta época, o que não aconteceu.

No entanto, a entidade reiterou que apoia a nova decisão da Prefeitura porque, segundo a entidade, a data representa o segundo maior período de vendas depois do Natal. Já o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio de Niterói (Sindilojas Niterói), Charbel Tauil Rodrigues, embora saia em apoio da medida, reitera que é preciso adotar uma mudança em âmbito nacional.

“Isto não é algo a ser resolvido por decreto de uma prefeitura: uma mudança dessas tem que ser feita em âmbito nacional, e com uma grande campanha publicitária, envolvendo administrações estaduais e municipais e órgãos públicos, além da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Fecomércio, shopping centers e outras entidades”, afirmou o presidente.

‘Abraço’ virtual

Durante o anúncio da mudança, na noite de terça-feira (5), o prefeito Rodrigo Neves (PDT) solicitou que os moradores de Niterói não quebrem a quarentena para visitar mães e avós, neste domingo (10). Em contrapartida, Neves sugeriu que a população realizasse encontros virtuais.

“Peço a vocês para não encontrarem presencialmente seus pais, seus avós neste domingo. Façam encontros virtuais pelo amor de Deus. Sei que é difícil, que é duro, mas o risco nesse momento é muito alto. Vamos fazer uma grande campanha de divulgação desta nova data”, disse o prefeito.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *