sábado, 26 de setembro de 2020

Divulgada lista de escolas aprovadas para bolsas de estudos em Niterói

Ao todo, 13 unidades foram selecionadas. Foto: Google Street View

A Prefeitura de Niterói divulgou a lista das 13 escolas habilitadas para credenciamento no Programa ‘Escola Parceira’, que consiste na oferta de bolsas de estudos, pagas pelo município, em escolas particulares situadas na cidade, feito por meio do credenciamento dessas unidades.

A iniciativa visa minimizar os impactos provocados pela pandemia da Covid-19, evitando que várias escolas particulares fechem, bem como garantir o emprego dos funcionários das unidades particulares e aumentar a oferta de vagas na educação infantil para crianças com 2 e 3 anos de idade.

Entre as escolas, estão: Centro de Ensino Maravista (CEM); Centro Educacional Deborah Cristina; Creche Escola Ancora Educação Infantil; Creche Le Petit; Creche Le Petit 292; Educandário Kort-Kamp; Ensino Infantil Recriança; Espaço Aberto Escola; Florestinha Educação Infantil e Ensino Fundamental; Grupo Costa Bahia; Jardim Escola Piratininga; Katia Silva de Souza; e Sociedade Educadora Curso Saramago.

As escolas aprovadas devem obedecer a diversos requisitos. Um deles é que não podem demitir professores nem funcionários até dezembro de 2021, quando se encerram os 18 meses de vigência do contrato, que poderá ser renovado.

As bolsas serão concedidas às escolas credenciadas nas modalidades de tempo integral e parcial, no período de 18 meses, e terão o valor de R$ 500 por aluno no tempo parcial e R$ 1 mil por aluno no tempo integral.

Elas também receberão pelo programa um valor anual de até R$ 1 mil por criança inscrita para compra de material escolar e uniforme. O município antecipará o pagamento dos seis primeiros meses às instituições que fizerem a matrícula das crianças indicadas pela rede municipal de educação. Após a definição das bolsas, as crianças selecionadas estarão automaticamente matriculadas e poderão frequentar as aulas assim que houver a reabertura das escolas na cidade.

“Além de ampliar a oferta de vagas para a educação infantil, a ideia do programa é diminuir o desemprego entre os profissionais de educação”, diz a secretária municipal de Educação, Flavia Monteiro.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *