domingo, 20 de setembro de 2020

Domingo de sol com praias cheias no Rio

Com calor neste domingo, banhistas enchem a praia. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

O feriado prolongado de 7 de Setembro, aliado ao tempo bom e ensolarado, lotou as praias da zona sul do Rio de Janeiro e movimentou o setor hoteleiro, que foi um dos mais afetados desde o início da pandemia na cidade.

Neste domingo (6), as areias de Ipanema e Copacabana e do Aterro do Flamengo receberam milhares de banhistas, entre cariocas e turistas, provocando aglomeração e desrespeitando uma das regras de ouro da prevenção à pandemia de covid-19.

Enquanto nos calçadões era grande o número de pessoas fazendo o uso de máscaras, nas areias era raro quem estava usando o equipamento de proteção facial. Os banhistas ficavam na areia e usavam guarda-sóis e cadeiras de praia, que não estão liberados pela prefeitura do Rio. O decreto do prefeito Marcelo Crivella autoriza apenas o banho de mar, e não a permanência na areia.

O grande fluxo de visitantes por conta do feriadão da Independência ajudou a movimentar os hotéis, principalmente os localizados na zona sul. Segundo o Sindicato dos Meios de Hospedagem do Município do Rio de Janeiro (Hotéis Rio), a média de ocupação está em 46%.

As regiões de Ipanema-Leblon e Leme-Copacabana estão em média com 59% de ocupação. Em seguida, aparecem as regiões de Flamengo e Botafogo, com 42%, do centro, com 33%, e a da Barra da Tijuca e São Conrado, com 31%. (Fonte: Agência Brasil)

Fiscalização

A Prefeitura do Rio emitiu uma nota, na tarde deste domingo (6), fazendo um apelo à população para que siga as regras do plano de flexibilização, visto que a pandemia ainda está em curso, e o descumprimento dessas normas pode trazer graves consequências.

“É fundamental que aglomerações sejam evitadas, como em praias e bares, porque a disseminação do vírus da Covid-19 expõe todos ao risco. Quem vai às ruas em condições inadequadas e descumprindo as regras sanitárias pode não só contrair a doença, mas também contaminar outras pessoas, incluindo seus familiares em casa. Seguir as regras é um ato de responsabilidade”, diz a nota.

Por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), a Prefeitura informou que realiza ações para fiscalizar o comércio e coibir aglomerações neste feriadão pelo Dia da Independência. Desde a noite de sexta-feira (4), a força-tarefa fiscalizou 28 estabelecimentos (bares, boates e casas de festa) com denúncias de eventos, resultando em 14 multas por diversas irregularidades.

Já durante o dia, foram fiscalizados 69 quiosques e ambulantes na orla da Zona Oeste, no sábado (5). A ação nas praias contempla ainda o estacionamento irregular, e continua neste domingo (6), na região. Até às 12h deste domingo, já havia a interdição parcial de um quiosque na Prainha por manipulação de alimentos no local. O estabelecimento ainda foi multado por falta de condições higiênico-sanitárias.

Nas ações nas praias, a equipe fiscalizou 62 barraqueiros de pontos fixos sendo 11 deles notificados pela oferta desautorizada de cadeiras, guarda-sóis e bebidas alcóolicas aos banhistas. A equipe também abordou 39 ambulantes não autorizados na orla, que foram orientados a desocuparem o logradouro público.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *