terça, 19 de janeiro de 2021

Escolas do estado com aulas dia sim, dia não

As aulas só retornarão, caso seja autorizado pelo Comitê Científico e pelos órgãos de saúde e Vigilancia Sanitária. Foto: Divulgação/SEEDUC

As escolas estaduais podem retornar às atividades presenciais em fevereiro de 2021, caso seja autorizado pelo Comitê Científico e pelos órgãos de saúde e Vigilancia Sanitária. O planejamento foi apresentado pelo secretário estadual de Educação, Comte Bittencourt, na manhã desta terça-feira (15), durante uma audiência pública realizada pela Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj).

A proposta divulgada indica a possibilidade de um ‘Ensino Híbrido’, no qual as escolas retomam atividades a partir do dia 3 de fevereiro e os alunos frequentarão as aulas em dias alternados.

Comte deixou claro que “a retomada das atividades depende das autoridades, fora isso [o ensino] será remoto”. Além disso, destacou a importância de reconhecer as aulas como atividades essenciais e da adoção de uma política única com relação aos critérios de monitoramento do Covid-19.

“O que está faltando hoje é uma articulação efetiva para definir os critérios das bandeiras entre as autoridades estaduais e municipais. Já tivemos cidades ao longo da pandemia que tiveram a bandeira verde, os shows foram autorizados, mas as escolas estaduais não. É preciso ter em 2021 uma politica única com relação a classificação em cada território”.

Comte Bittencourt, secretário de Educação do Estado

‘Matrícula Especial’ e ‘Busca Ativa’

De acordo com o secretário, o governo está abrindo um período de ‘matrícula especial’. O objetivo é possibilitar que os alunos que estão concluindo o Ensino Médio em 2020 cumpram aulas de reforço escolar no próximo ano, para que não se sintam prejudicados nos vestibulares.

Outra medida anunciada foi a ‘Busca Ativa’, que será iniciada em janeiro e tem como público-alvo alunos que não renovaram a matrícula. Mesmo o número de matrículas em escolas estaduais ter sido recorde em relação aos últimos cinco anos, 41.016 alunos menores de 19 anos não efetivaram a renovação para 2021. O projeto tem a finalidade de identificar os problemas e reinserir este estudante no ambiente escolar.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *