segunda, 30 de novembro de 2020

Escolas particulares do Rio retomam aulas presenciais

Alunos retornaram atividades presenciais nesta quinta (1º). Foto: Ibici Silva

Após autorização do Tribunal de Justiça do Rio (TJRJ), as escolas particulares do município do Rio retornaram as aulas presenciais nesta quinta-feira (1º). A movimentação foi baixa, no entanto, em algumas unidades escolares da Zona Sul.

Uma escola localizada na Gávea, por exemplo, decidiu não retornar com todas as turmas, apenas com as de 1º, 4º, 5º, 8º, 9º e último ano do ensino médio.

De acordo com uma das diretoras da unidade, Cintia Areno, apesar do retorno, o ensino híbrido continua sendo uma possibilidade para pais e alunos que ainda não se sentem à vontade para retornar. Ela destacou que a unidade está seguindo todos os protocolos como o distanciamento entre as cadeiras em sala de aula e também o uso de máscara de proteção.

“Estamos com sistema de rodízio e também dando opção para as famílias enviarem ou não os filhos para a escola. Ficamos muito felizes com o retorno e ver o sorriso no rosto de todos foi uma alegria sem tamanho”, afirmou.

Sobre a frequência no primeiro dia do retorno às aulas, a diretora disse que dentro do que a escola esperava no sistema de rodízio, a adesão foi razoável.

“Acredito que agora os pais estão mais confiantes de enviar os filhos”, destacou.

Em nota, a prefeitura do Rio afirmou que  os estabelecimentos privados que decidem se voltam às atividades. A Prefeitura disse ainda que somente autoriza o retorno aos locais do ensino privado, desde que cumprindo as rígidas regras sanitárias.

Rede Municipal

Sobre a volta às aulas da Rede Municipal de Ensino, a Prefeitura do Rio ainda não definiu a data. A nota disse também que todas as decisões precisam antes de avaliação do Comitê Científico Municipal de da Secretaria Municipal de Saúde, órgãos competentes para indicar a data de retorno às aulas.

A prefeitura destacou que quando ocorrer um futuro retorno, as escolas estarão dotadas dos equipamentos de proteção necessários, haverá readequação dos espaços, redimensionamento das salas de aula e todos os procedimentos estabelecidos pela Vigilância Sanitária serão adotados.

Sindicato

O Sindicato dos Professores do município do Rio e Região (Simpro-Rio) é contrário ao retorno das atividades presenciais. Os profissionais vão realizar neste sábado (3), uma assembleia online para debater a questão.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *