sábado, 26 de setembro de 2020

Familiares se despedem de empresário assassinado em São Gonçalo

Felipe foi morto quando saía de casa. Foto: Pedro Conforte

O enterro do empresário Felipe Lopes Santos, de 36 anos, assassinado na noite desta sexta-feira (11) no bairro Arsenal, foi marcado por revolta e emoção. Cerca de 200 pessoas compareceram ao Cemitério Parque da Paz, no Pacheco, na tarde deste sábado (12), para prestar as últimas homenagens.

Felipe foi abordado e morto por criminos no bairro Arsenal, após sequestrarem um motorista de aplicativo no bairro Jardim Miriambi, em São Gonçalo. De acordo com o motorista, ele foi rendido após um chamado por um aplicativo e foi colocado no porta-malas do veículo. Posteriormente, os criminosos fizeram uma parada, pegaram um possível comparsa, e renderam Felipe, que acabou morto com um tiro na cabeça, quando saía de sua casa, na Rua Expedicionário Francisco Savastana.

De acordo com a família, durante a pandemia do novo coronavírus, Felipe começou a vender salgados e massas de pizza para mercados. Com a flexibilização do isolamento social e a liberação das casas de festas no município de Niterói, Felipe estava feliz e empenhado com o retorno do trabalho.

Julia Felipe Lopes, de 27 anos, lamenta a morte do amigo de infância.

“Felipe era muito trabalhador, era muito amigo, tanto que o velório está cheio. Dificilmente tinha alguém que não gostava dele. Eu só tenho lembrança boa. Ele trabalhava em um buffet, fazia festas em casas importantes, e devido a pandemia, teve que se improvisar”, disse emocionada.

Segundo a prima, Priscila Ramos, Felipe nasceu e foi criado no bairro Arsenal, e foi morto com quatro tiros.

“Está todo mundo desolado, desacreditado, ele era uma pessoa família, viveu para trabalhar e cuidar da família. Era um exemplo para qualquer um. Não entendemos essa criminalidade que está tirando as pessoas de suas famílias. Para nós é inacreditável isso que aconteceu com ele. Ele entregou o carro, não fez nada, levaram a vida dele à toa”, disse.

O empresário deixa esposa, a qual namorou desde a adolêscia, e dois filhos pequenos.

Investigações

De acordo com o delegado titular da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI), equipes já estão nas ruas realizando diligências.

Segundo a Polícia Militar, durante o procedimento de identificação, foi constatado um mandado de prisão em desfavor do motorista sequestrado, mas ainda não foi divulgado detalhes sobre o mandado.

Publicada às 16h50


(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *