quarta, 25 de novembro de 2020

Festa para alguns, pesadelo para todos, em bairro de Niterói

Moradores do bairro Tenente Jardim, em Niterói, relatam um final de semana de pesadelo, por conta de uma festa promovida em um imóvel residencial, que invadiu a madrugada de sábado (17) para domingo (18). Com aglomeração, som alto e até show de um cantor de pagode, a festa além de contrariar decretos de distanciamento do município tirou o sono dos moradores da região.

Pelas redes sociais, o evento já vinha sendo compartilhado há cerca de duas semanas e até ingresso foi disponibilizado para a festa de aniversário de um dos organizadores.

Moradores da região informaram que diversas denúncias foram feitas pelo canal 190 da Polícia Militar e no 153 do Centro Integrado de Segurança Pública (CISP).

“Todo final de semana é essa bagunça, o som alto durante toda a madrugada e a farra só acaba de manhã. A rua fica toda suja com copos e garrafas de vidro, fora o barulho de moto e a gritaria. Tem até fila para entrar no evento. Ninguém faz nada e quem sofre é o morador que não tem respeito e não consegue dormir”

morador, que preferiu ter a identidade preservada

Procurada, a Polícia Militar se limitou a dizer que o batalhão não foi acionado para a região e cobrou o número de protocolo de denúncias para verificar o chamado. A moradora que fez o acionamento esclarece que, nervosa e de madrugada, acabou não anotando o código.

Já a Prefeitura de Niterói, responsável pelo Centro Integrado de Segurança Pública (CISP), informou que a região é de responsabilidade de São Gonçalo, apesar dos moradores garantirem que o endereço é situado ainda na parte de Niterói, considerando que o bairro limítrofe entre as duas cidades.

A reportagem ainda tentou contato com os canais ligados ao cantor que realizou o show, mas não obteve sucesso com retorno.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

5 thoughts on “Festa para alguns, pesadelo para todos, em bairro de Niterói

  1. Boa tarde! Infelizmente em nosso país ainda é muito difícil a conscientização e obediência as leis, acredito que o local deva ser uma comunidade (favela) e deve ter o poder paralelo do tráfico imperando como poder maior, ou seja, há a ausência do poder público, outrossim , deve ser levar em conta que a CF88 reza que é crime o infortúnio ou incômodo dessa natureza, acredito que a lei estadual deve também existir nesse sentido. Infelizmente esses atoa de vandalismo casa ntra as pessoas de bem essa heranca maldita é fruto de um desgoverno passado que induziu os pobres de espírito e despolitizados a fazerem desses atoa nefandos sua alegria simplória e marginal.

  2. No Fonseca acontece a mesma coisa. Meu vizinho até rave já fez. E qnd chama a PM ela diz que só vai no endereço se vc for encontrar ela pq ela irá intermediar o debate. Nem advertência nem multa eles dão. Eles estão violando a lei. A PM não precisa de companhia para fazer o trabalho dela. Queria saber se falam isso para quem é de Icaraí.

  3. E continua a ZONA no Rio, nego faz o que quer, NÃO respeitam o direito alheio do silêncio, tudo é DIVERSÃO, bebida, drogas e putaria, contando o vizinho que faz a mesma coisa…o carioca acha bonito a transgressão, como diz legião urbana
    Vamos bater palmas como IDIOTAS cada dia de” feriado “.. 👏 👏 👏 👏 👏 Vamos celebrar a estupidez humana

  4. Este é o motivo pelo qual tantas infrações acontecem ,principalmente nas áreas onde moram pessoas das classes baixas ,baixa e média classe média : só contam com a órgãos de segurança e justiça instituídosque estão corrompidos por vários fatores,inclusive o desinteresse.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *