terça, 20 de outubro de 2020

Fila e aglomeração à espera de ônibus no terminal de Niterói

Trabalhadores se aglomeravam à espera de ônibus no terminal. Foto: via grupo Plantão Enfoco

Apesar das restrições impostas pelos governos municipais e estadual autorizando apenas atividades de setores considerados essenciais, o Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói, ainda registra longas filas de trabalhadores à espera de ônibus, como aconteceu na noite desta quarta-feira (13).

Quem precisou fazer uso do transporte público da linha 531, trajeto Niterói – Jardim Alcântara, da empresa Galo Branco, precisou de paciência, pois além da demora o coletivo com ar-condicionado tem todas as janelas vedadas. Com o avançado tempo de espera, passageiros acabaram seguindo viagem em pé, de acordo com denúncias.

Por volta de 18h, os viajantes do transporte relataram meia hora de espera na fila, que segundo as reclamações, só aumentava devido à redução da frota e demora na chegada dos veículos.

O tempo de aguardo resultou em aglomeração, que consequentemente contraria às recomendações das autoridades de Saúde, devido aos riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Morador do bairro Galo Branco, em São Gonçalo, o auxiliar de logística Thiago Gonçalves, de 31 anos, informou que chegou no terminal às 18h05 e só conseguiu embarcar às 18h30. Ele explica que não tem opções de coletivos e que o ônibus da linha 531 é a única opção, por conta do local onde mora.

“Todos os ônibus da Galo Branco são com janelas fechadas e isso preocupa porque estamos em um ambiente refrigerado onde não tem rotação de vento. Se uma pessoa estiver gripada, a possibilidade do vírus permanecer naquele ambiente é maior do que janelas abertas com rotatividade de ar entrando e saindo”, relatou.

Procurado, o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj) afirmou que a empresa Galo Branco explica que um Decreto Municipal da Prefeitura de Niterói estabelece a redução da frota em 30%. “Ainda assim, a empresa tem, hoje, em operação, mais dois ônibus além do estabelecido pela Prefeitura”, pontuou.

O Setrerj também lembrou, por meio de nota, que a Prefeitura está realizando um bloqueio diário na altura do antigo Moinho Fluminense, com apenas uma faixa de circulação em direção ao centro da Cidade, “gerando um engarrafamento que vai além de um supermercado, na Avenida do Contorno. Com isso torna-se praticamente impossível que os ônibus cheguem ao Terminal dentro do horário previsto”, pontuou.

Com relação às janelas, o Setrerj esclarece que todos os veículos da empresa Galo Branco são novos e vieram de fábrica com as janelas coladas, o que impossibilita a abertura.

“No entanto, todos os veículos são higienizados várias vezes por dia, na garagem e no Terminal, e o motorista viaja com máscara de proteção e exige, dos passageiros, que façam o mesmo, minimizando assim a contaminação por Covid-19”, finaliza.

Publicado às 20h30. Atualizado às 15h53.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *