quinta, 26 de novembro de 2020

Flagrante de abandono e risco na UPA do Fonseca


Ouça a Reportagem
Descaso com a unidade de saúde tem gerado reclamação (Foto: Reprodução/Google Street View)

A falta de manutenção na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Fonseca preocupa pacientes e funcionários. Na noite de terça-feira (19), funcionários precisaram distribuir baldes pelo interior do local, por conta das goteiras que se espalharam pela unidade.

Em vídeo enviado ao Plantão Enfoco, imagens revelam o flagrante da situação precária da UPA com goteiras e trechos alagados em praticamente todas as salas da unidade. Baldes, papelão e até banheira de bebê foram usados para tentar conter os vazamentos que se proliferam pelo teto da unidade entre a fiação elétrica.

“Esse vídeo é apenas parte do problema. A UPA não tem medicamentos, alguns quartos e ambulâncias não contam com ar-condicionado. O chão cedeu e precisamos tomar cuidado onde pisamos por causa da quantidade de buracos. A Sala Vermelha não conta com monitores, nem respiradores. Isso sem contar a péssima condição de trabalho”, afirmou o denunciante, que preferiu não se identificar.

Vídeo gravado na UPA do Fonseca mostra goteiras no local (Imagens via Plantão Enfoco)

O calor também é motivo de reclamação para pacientes da unidade de saúde.

“Olha como está a saúde pública do país: a porta da UPA do Fonseca aberta porque o ar-condicionado não está funcionando. As pessoa estão passando mal aqui dentro de calor”, disse.

Sobre os problemas na unidade e falta de pagamento aos funcionários, a
Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que, se comprovadas as irregularidades, vai notificar a OS que administra o equipamento para que as regras contratuais sejam cumpridas.

Uma funcionária da mesma unidade, que preferiu não se identificar, acrescentou que os pagamentos estão atrasados, que o Fundo de Garantia de Tempo e Serviço (FGTS) não é pago desde 2015 e que o INSS não é repassado, apesar de ser descontado mensalmente no contracheque.

Segundo a SES, os repasses à OS que administra a unidade estão em dia.

“A SES esclarece que o último repasse foi feito no dia 01/02 como medida para reorganizar os repasses para que sejam realizados no início do mês, facilitando o fluxo de caixa da OS”, afirmou.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *