quarta, 20 de janeiro de 2021

Flordelis em nova audiência: ‘Absurdo tirar uma filha da mãe’

Flordelis chegou ao fórum com quinze minutos de atraso. Foto: Marcelo Tavares

Cinco testemunhas da acusação do inquérito que investiga a morte do Pastor Anderson do Carmo serão ouvidas, na manhã desta sexta-feira (4), no Fórum de Niterói. Essa é a terceira audiência de instrução das cinco previstas para acontecer em um período de um mês.

A audiência contou com a presença da deputada federal Flordelis, que chegou com quinze minutos de atraso. Na chegada, a parlamentar afirmou que “foi um absurdo a decisão da Juíza Rhohemara dos Santos Carvalho, da Vara da Infância e Juventude de Niterói, ter autorizado a retirada de uma das filhas adotivas, uma adolescente de 14 anos, da casa da família, em Pendotiba”.

A jovem foi levada para uma casa de acolhimento de menores no Rio de Janeiro, após ela apresentar cortes em um dos braços.

“Absurdo tirar uma filha da mãe, ela está machucada pela agressão de uma pessoa”, disse Flordelis.

O advogado da parlamentar, Anderson Rollemberg, classificou a decisão ilegal.

“Foi feita uma apreensão injusta e ilegal”, disse Rollemberg.

O crime

O assassinato do pastor completou um ano em junho deste ano. As investigações, que na primeira fase apontaram dois filhos do casal como autores do crime, agora julga os autores intelectuais do crime.

Segundo a Polícia Civil, além da execução, Flordelis e família teriam tentado envenenar Anderson por, pelo menos, um ano com veneno para ratos.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *