Funcionários dos Correios entram em greve

Trabalhadores dos Correios decidiram entrar em greve na noite desta terça-feira (10), por tempo indeterminado. A decisão foi tomada durante assembleia e além do Estado do Rio, aderiram a greve funcionários de São Paulo, Bauru, Tocantins e Maranhão. Por conta da paralisação todos os serviços já devem afetados a partir desta quarta-feira (11).

Aos gritos de ‘greve’, centenas de funcionários decidiram cruzar os braços nesta terça durante assembleia. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios Telégrafos e Similares do Rio de Janeiro (Sintect-RJ) “a decisão foi uma exigência para defender os direitos conquistados em anos de lutas, os salários, os empregos, a estatal pública e o sustento da família”.

Desde julho os funcionários tentam negociar com a empresa, inclusive com intermédio do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os trabalhadores não aceitaram a proposta de reajuste de 0,8%, além de ser contra a redução das férias de 70% para 33% e aumento da mensalidade do convênio médico e da co-participação em tratamentos de saúde.

Em nota, os Correios afirmaram que “participaram de dez encontros na mesa de negociação com os representantes dos trabalhadores, quando foi apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o Acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado na ordem de R$ 3 bilhões. Mas as federações, no entanto, expuseram propostas que superam até mesmo o faturamento anual da empresa, algo insustentável para o projeto de reequilíbrio financeiro em curso pela empresa”.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *