terça, 29 de setembro de 2020

Governo define agenda de antecipação do 13º salário de servidores do Estado

pagamento do 13 salário foto- governo do estado div
Serão depositados R$ 95 milhões para 35 mil ativos, inativos e pensionistas . Foto: Divulgação

O governador Wilson Witzel sancionou, nesta terça-feira (28), o decreto que regulamenta o pagamento da antecipação de 50% do 13º salário para os servidores ativos, inativos e pensionistas das administrações Direta e Indireta do Poder Executivo do Rio. Os nascidos em janeiro, de acordo com as normas estabelecidas, receberão a primeira metade na sexta-feira (31). Ao todo, serão depositados R$ 95 milhões para 35 mil ativos, inativos e pensionistas.

De acordo com o decreto, os depósitos vão ocorrer de acordo com as regras estabelecidas em três grupos. O grupo um, com servidores ativos, inativos e militares: pagamento de 50% no mês do respectivo aniversário e o restante no mês de dezembro; o grupo dois, com servidores que ocupam exclusivamente cargos comissionados: o pagamento será efetuado no último dia útil do mês de junho, proporcional aos meses trabalhados a contar de 1º de janeiro, ou da data de ingresso, e o restante no mês de dezembro; e o grupo três, de pensionistas beneficiários de pensão previdenciária: o pagamento será de 50% no mês de aniversário do instituidor da pensão e o restante no mês de dezembro.

Os nascidos em fevereiro também receberão em folha suplementar, na última semana de fevereiro. A partir de março, todos receberão os 50% do 13º salário no mês do aniversário. Ressalta-se que a antecipação será depositada sem incidência dos descontos legais.

Estão excluídos do decreto os empregados públicos (celetistas) em virtude do regime jurídico próprio que regulamenta o pagamento do 13º salário.

“Iniciamos 2020 mostrando, mais uma vez, o comprometimento do nosso governo com os servidores públicos. Estamos cumprindo o que prometi em dezembro. A boa gestão dos recursos públicos permitiu esse benefício para os servidores”, destacou o governador Wilson Witzel.

O secretário de estado da Casa Civil, André Moura, ressaltou que a separação em grupos é uma demonstração do uso correto dos recursos públicos, uma vez que haverá transparência no pagamento da antecipação. Além disso, o decreto traz mais garantias para o funcionalismo público.

O secretário de estado de Fazenda, Luiz Claudio Rodrigues de Carvalho, explicou que o pagamento mensal de 50% do 13º salário no mês de aniversário tem como um dos objetivos equilibrar o fluxo de pagamento do abono. Segundo ele, medidas de aumento da arrecadação tributária, como as operações de semanais de combate à sonegação fiscal, são fundamentais para colocar a medida em prática.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *