quarta, 21 de outubro de 2020

Hospital de Campanha de SG não atende pacientes devido contaminação

Hospital só será aberto após troca de parte do piso. Foto: Pedro Conforte

Apesar da Secretaria Estadual de Saúde ter divulgado que o Hospital de Campanha de São Gonçalo, localizado no Clube Mauá, começaria a receber pacientes com Covid-19 nesta quinta-feira (28), o Instituto de Atenção Básica e Avançada à Saúde (IABAS) – organização social responsável por montar a estrutura e gerenciamento do hospital – esclareceu que só poderá iniciar os atendimentos após a troca de parte do piso.

Segundo informações do Iabas, o piso do hospital teria sido contaminado por piche. O material, segundo a OS, foi levado até lá por seguranças do deputado Filippe Poubel, “que pularam o muro para entrar na área e ameaçaram colaboradores”.

Na manhã desta quinta-feira, o instituto deu início à troca de parte do piso do hospital. A data da entrega dos leitos e permissão de entrada de pacientes, no entanto, ainda não foi informada.

“A equipe médica e de engenharia no local só terá capacidade de informar, no final do dia, quando será possível entregar os leitos e permitir a entrada de pacientes”, disse o Iabas, através de nota.

Os pisos que serão utilizados na unidade de São Gonçalo iriam para a unidade de Nova Iguaçu, que será finalizada com material comprado nesta quarta-feira (27) à noite, disponível no mercado em valor próximo ao dobro do preço, ainda de acordo com a nota do instituto.

Através da assessoria de imprensa, Filippe Poubel esclareceu que “não há credibilidade na informação passada por um instituto envolvido reiteradamente em casos de corrupção e desvio de dinheiro público”.

“Não houve qualquer irregularidade no curso da fiscalização do deputado Filippe Poubel, que foi acompanhada o tempo todo pela Pmerj e transmitida ao vivo nas redes sociais do deputado para dar total transparência e evitar distorções. O vídeo na íntegra está disponível para a população.

Durante a fiscalização, funcionários da obra, sem crachá de identificação, tentaram omitir falhas, e um deles agrediu verbalmente o deputado, o que fez Filippe Poubel se exaltar verbalmente, mas em nenhum momento houve agressão física de sua parte nem de seus seguranças. Cabe esclarecer que o deputado desde o ano passado cumpre uma série de recomendações da Polícia Civil devido a um relatório da corporação apontando risco de atentado à sua vida. Sendo assim, os seguranças do deputado são policiais, natural portarem armas para a defesa do parlamentar e própria proteção”, dizia a nota.

Abertura de 10 leitos

Apesar de ter capacidade prevista para 200 leitos, sendo 80 de terapia intensiva (UTI), a unidade será inaugurada com apenas dez leitos, segundo o que a Secretaria Estadual de Saúde divulgou na manhã desta quinta.

O Iabas informou que a unidade começa com um número pequeno de leitos funcionando para evitar riscos à saúde dos pacientes.

“É como funciona um centro de alta complexidade e o que a experiência no mundo vem mostrando como melhor prática. Sobre o número de 10 [divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado], isso é definido pelos médicos da regulação e do Iabas”, informou a assessoria de comunicação do Instituto.

Contratos investigados por fraudes

Os contratos de instalação de hospitais de campanha estão sendo investigados pela Polícia Federal, por suspeitas de fraudes.

O ex-subsecretário de Saúde, Gabriell Neves, foi preso há alguns dias. Nesta semana, policiais federais cumpriram mandados de busca na casa do governador fluminense, Wilson Witzel, que nega qualquer participação em esquema fraudulento.

*com informações da Agência Brasil

Publicada às 11h10. Atualizada às 12h51.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *