domingo, 25 de outubro de 2020

Iabas garante que hospital de SG fica pronto nesta quarta

corredor do hospital de campanha de SG
Áreas da unidade permanecem em obras. Foto: Pedro Conforte

A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro, em parceria com o Ministério Público, obteve nesta terça-feira (26), liminar na justiça obrigando o Estado do Rio e a Organização Social Iabas a entregarem todos os leitos de enfermaria e UTI programados para o hospital de campanha de São Gonçalo, no Clube Mauá, previsto para abrir as portas nesta quinta-feira (27).

Funcionários ainda trabalhavam na unidade na noite desta terça para concluir as instalações e correm contra o tempo para finalizar os últimos ajustes faltando menos de 24 horas para a entrega no hospital.

Equipamentos ainda não foram instalados e corredores ainda se encontram intransitáveis. As instalações designados como dormitório para equipe médica também não foi concluída.

Dormitório dos profissionais de saúde permanece inacabado. Foto: Pedro Conforte
Dormitório dos profissionais de saúde permanece inacabado. Foto: Pedro Conforte

Luiz Palmier e Franciscano

Além disso, foi deferido o pedido da Defensoria Pública para que a Prefeitura de São Gonçalo entregue os leitos que faltam no Hospital Luiz Palmier (HLP), referência em tratamento da Covid-19 no município. Além de garantir a inauguração, conforme projetado no plano municipal de contingência, os 10 leitos de UTI e 40 de enfermaria no Hospital Franciscano, alugados pela Prefeitura para aumentar a oferta na cidade.

A Prefeitura informou que foi notificada e, atualmente, a cidade conta com 80% dos leitos ocupados. A projeção do município é do HLP atender 100 pacientes, porém ainda é preciso completar o quadro de funcionários: médicos intensivistas e profissionais de enfermagem. O prazo é que o Hospital Samaritano seja entregue no dia 1º de junho.

O objetivo da Ação Civil Pública foi mapear a situação dos leitos na região de saúde denominada Metropolitana II, que abrange os municípios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí, Maricá, Rio Bonito, Silva Jardim e Tanguá.

De acordo com a defensora pública Luíza Maciel, há, na região, um déficit de 207 leitos de UTI, calculado a partir da população de mais de 2 milhões de habitantes, sendo 1 milhão munícipes de São Gonçalo, que é a segunda cidade mais populosa do Estado, atrás apenas da Capital.

“Na ação foi calculado o déficit de UTIs de cada um dos municípios que compõem a Região Metropolitana II, sendo constatado um déficit total muito alto de leitos. O objetivo é acelerar a entrega integral dos leitos previstos para o Hospital de Campanha, quais sejam, 120 leitos de enfermaria e 80 leitos de UTI que atenderão não só em São Gonçalo, mas também nos demais que integram a mesma região de saúde” explica a defensora.

Segundo ela, ainda que o hospital seja inaugurado nessa semana, havia “grande probabilidade de não serem entregues todos os leitos previstos. Isso porque, em vistoria realizada pelo Conselho Regional de Medicina, no último dia 21, apenas 10 ventiladores mecânicos e 10 monitores estavam disponíveis no local”.

Até a noite desta terça-feira (26) os números permaneciam os mesmos no hospital de Campanha montado no Clube Mauá. Segundo a OS, outros 40 respiradores estão previstos para chegar nesta quarta, levando em consideração que a unidade será aberta a partir das 19h.

A ação já é a quinta no Estado buscando a implantação dos hospitais de campanha. No mesmo sentido, a Defensoria ingressou na justiça postulando a abertura dos hospitais de campanha no Município do Rio, em Casimiro de Abreu, Nova Iguaçu e Campos dos Goytacazes, tendo a liminar sido deferida nos três últimos casos.

Publicada às 20h30

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *