quinta, 01 de outubro de 2020

Inscrições abertas para 1,2 mil atividades no Caramujo

Caramujo, esporte, atletismo
As obras do espaço foram entregues no último domingo. Foto: Divulgação

Já estão abertas as inscrições para as modalidades de atividades oferecidas no Parque Esportivo e de Inclusão Social, que fica no Caramujo, na Zona Norte de Niterói. As obras do espaço foram entregues no último domingo (16) e o local conta com quadra poliesportiva coberta, campo de futebol, pista de atletismo, pista de bicicross e skate park que será utilizado por moradores do bairro e adjacências.

A Secretaria Regional do Fonseca, órgão responsável pelo parque, informou que as atividades individuais terão início no dia 2 de setembro. Serão aproximadamente 1,2 mil vagas.

A Prefeitura de Niterói, em parceria com a Viva Rio, vai iniciar as atividades observando todos os protocolos e recomendações de segurança estabelecidos dentro do plano de transição gradual para o novo normal.

Entre as atividades que serão oferecidas pelo projeto, terão início as que estão liberadas, tais como: atletismo, levantamento de peso olímpico (LPO), skate, capoeira, dança, vôlei, circuito funcional e ginástica para a terceira idade. Todos os esportes seguirão as normativas vigentes sem contato físico, mantendo o distanciamento e dando ênfase ao aspecto de preparação física, com turmas que o espaço comporte. Os insumos e aparelhos esportivos serão ofertados de acordo com as necessidades de cada modalidade.

As atividades esportivas, culturais e de atenção social serão realizadas de segunda a sexta, em horário do contraturno escolar (ainda que por hora as escolas não estejam em funcionamento). As turmas serão montadas a partir das inscrições e da demanda por horários.

Inauguração

Caramujo, esporte, quadra, futebol
Prefeito relembrou investimento que o bairro recebeu ao longo dos últimos anos. Foto: Divulgação

A previsão é que o Parque Esportivo e de Inclusão Social conte com aproximadamente 30 modalidades de atividades. Será possível escolher entre bicicross, skate, corrida, ginástica olímpica, salto em distância, salto triplo, levantamento de peso, basquete, futebol de campo, futsal, handebol, vôlei, capoeira, jiu jitsu, luta greco-romana, muay thai, balé, jazz, zumba, ginástica para idosos.

Também serão oferecidas aulas de artesanato, arte com reaproveitamento, teatro, educação ambiental, além de atendimento social, grupos de conversa e palestras.  

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, relembrou o histórico do Caramujo e o investimento que o bairro recebeu ao longo dos últimos anos.

“O Caramujo vai ser um bairro modelo de Niterói, graças a confiança de cada morador. Nasci e fui criado na Zona Norte e, ao longo da vida, tive vários amigos daqui e eu ficava indignado que o Caramujo só saía no jornal nas páginas policiais. Quando assumi a prefeitura, há sete anos, esse bairro estava destruído. Qualquer chuva, os moradores sofriam com os possíveis deslizamentos. Fizemos obras de contenção das encostas que não aparecem, que não têm visibilidade, mas que dão tranquilidade aos moradores e essas obras salvaram muitas vidas nos últimos anos. Fizemos creche e escola de ensino fundamental que, mesmo com tantos moradores, não existia no bairro. O papel do poder público é distribuir a riqueza, promover a justiça social e diminuir a desigualdade”, destacou o prefeito Rodrigo Neves.

Giovanna Victer, secretária municipal de Fazenda, destacou a importância das atividades esportivas que serão oferecidas no parque, aliada à educação, para o futuro das crianças.

“Nós, que somos responsáveis por tirar do papel as políticas públicas, temos que usar o dinheiro público para transformar a vida das pessoas para melhor. Em todos esses anos em que poupamos, sempre tivemos certeza que o direcionamento dos recursos deveria ser voltado para os mais pobres”, lembra a secretária. “E é importante ressaltar que isso aqui é uma atividade complementar à atividade escolar. Nós continuamos com melhorias nas escolas, equipando com computadores, melhorando qualidade do material e da merenda. Essa é uma oportunidade de mudança de vida que, junto com a educação, fará com que nossas crianças estejam protegidas e possam trilhar caminhos melhores”, ressaltou Giovanna.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *