quinta, 04 de março de 2021

Inscrições para concurso da PF começam no próximo dia 22

As provas objetiva e discursiva serão realizadas no dia 21 de março, um domingo. Foto: Agência Brasil

O edital do concurso para a Polícia Federal, com 1,5 mil vagas, foi publicado nesta sexta-feira (15). As inscrições para as provas, que são para cargos de nível superior – agente, delegado, escrivão e papiloscopista – começam no próximo dia 22 e vão até 9 de fevereiro. As remunerações chegam a R$ 23.692,74.

As provas, objetiva e discursiva, serão realizadas no dia 21 de março (domingo). Além do nível superior também é necessário possuir carteira de motorista (CNH) para participar da seleção.

Inscrições

As inscrições devem ser feitas pelo site do Cebraspe, banca responsável pela seleção. A taxa de inscrição varia de acordo com os cargos, confira:

  • Agente – R$ 180
  • Escrivão – R$ 180
  • Papiloscopista – R$ 180
  • Delegado – R$ 250

Os valores podem ser pagos até o dia 3 de março, por meio de Guia de Recolhimento da União, em qualquer banco.

Vagas

Delegado de Polícia Federal123 vagas

Requisito: diploma, devidamente registrado, de bacharel em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), e comprovação de três anos de atividade jurídica ou policial.

Remuneração: R$ 23.692,74.

Jornada de trabalho: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Agente de Polícia Federal 893 vagas

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$ 12.522,50.

Jornada de trabalho: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Escrivão de Polícia Federal 400 vagas

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$ 12.522,50.

Jornada de trabalho: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Papiloscopista de Polícia Federal 84 vagas

Requisito: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso superior em nível de graduação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Remuneração: R$ 12.522,50.

Jornada de trabalho: 40 horas semanais em regime de tempo integral e com dedicação exclusiva.

Avaliação

A primeira etapa do concurso público destina-se à admissão à matrícula no Curso de Formação Profissional e abrangerá as seguintes fases, de responsabilidade do Cebraspe:

  • Prova objetiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova discursiva, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Exame de aptidão física, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • Avaliação médica, para todos os cargos, de caráter eliminatório;
  • Prova oral, somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Prova prática de digitação, somente para o cargo de Escrivão de Polícia Federal, de caráteR eliminatório;
  • Avaliação de títulos, somente para o cargo de Delegado de Polícia Federal, de caráter classificatório;
  • Primeiro momento da avaliação psicológica, para todos os cargos, sem caráter eliminatório.

A prova objetiva será composta por 120 questões, contendo disciplinas de Conhecimentos Gerais e Específicos, que variam de acordo com cada cargo e são dividias em 3 blocos.

Prova objetiva do agente: Bloco I: 60 questões, com conteúdos de  Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional, Noções de Direito Penal e de Direito Processual Penal, Legislação Especial, Estatística e Raciocínio Lógico; Bloco II: 36 questões de Informática e Bloco III: 24 de Contabilidade Geral.

Na prova objetiva do escrivão, o último bloco é divido entre Contabilidade geral e arquivologia.

Já a Prova objetiva do papiloscopista, possui as últimas perguntas baseadas no conteúdo de Biologia, Física e Química.

Será aprovado na objetiva do agente, escrivão e papiloscopista o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova, além de, no mínimo, seis pontos no bloco I, três no bloco II e dois no bloco III. 

Para o delegado serão 120 questões objetivas de Direito Administrativo Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito Empresarial, Direito Internacional Público e Cooperação Internacional, Direito Penal, Direito Processual Penal, Criminologia, Direito Previdenciário, Direito Financeiro e Tributário. 

Será aprovado na objetiva do delegado o candidato que obtiver pelo menos 48 pontos na prova. O resultado da avaliação objetiva está previsto para 9 de abril.

O exame discursivo também vai variar de acordo com a carreira. Todos os cargos, exceto o delegado, realizarão um texto dissertativo de no máximo 30 linhas. O delegado, por sua vez, terá pela frente três questões dissertativas e a elaboração de peça profissional.

A segunda etapa do concurso público consistirá de curso de formação profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *