sábado, 24 de outubro de 2020

Itaboraí volta a fazer consultas ambulatoriais

Médicos Agência Brasil
Consultas foram retomadas há 10 dias. Foto: Agência Brasil

Na cidade de Itaboraí, há exatos dez dias, a Secretaria de Saúde adotou a decisão de retomar com as consultas ambulatoriais eletivas, que haviam sido suspensas desde o mês de março, em razão do risco de contaminação pela Covid-19. E desde então, 200 consultas já foram agendadas pela equipe de profissionais da Central de Regulação Municipal.

A volta do serviço foi efetivado dia 18 de maio e, os atendimentos médicos que ficaram por quase dois meses suspensos por determinação do Ministério da Saúde, foi recebido como um sentimento de alívio para os pacientes.

É o caso da dona Kátia Regina da Conceição, de 45 anos, moradora do Apollo. Ela conta que ficou muito preocupada com seu estado de saúde, mas que nem na rede particular os médicos estavam atendendo neste período. “Fiquei muito feliz ao receber a ligação da Secretaria de Saúde com a profissional dizendo que minha consulta para a gastroenterologista estava marcada. É um alívio e hoje saio do consultório satisfeita com o atendimento que recebi aqui”, comentou a paciente aliviada.

“Os atendimentos ainda estão reduzidos, mas já estamos adaptando outros locais para ampliar a oferta de consultas eletivas para que nossos pacientes possam dar continuidade aos tratamentos, mas sem que fiquem em risco de contaminação pela Covid-19. Neste momento temos dois pontos de atendimento (Nancilândia e no Centro Cardiológico), e logo iremos ofertar outros”, esclareceu o secretário de Saúde, Júlio Ambrósio.

As consultas estão acontecendo na sede da Secretaria de Saúde, no bairro de Nancilândia, neste momento em que as policlínicas da cidade se transformaram em pólos exclusivos para acolher os pacientes com suspeita da síndrome respiratória e realizar testes rápidos para diagnósticos da Covid-19.

Neste período estão sendo agendadas consultas para nove diferentes especialidades: cardiologia, gastroenterologia, dermatologia, urologia, endocrinologia, otorrinolaringologia, proctologia, ortopedia e neurologia. Todas as consultas que haviam sido desmarcadas também já estão sendo agendadas pela equipe da Central de Regulação e estão acontecendo em dois turnos, tanto na parte da manhã, quanto a tarde.

Os contatos para agendamentos com os pacientes estão sendo realizados por telefone. Por dia, são agendados, em média, 20 pacientes para cada especialidade e os agendamentos obedecem os critérios de classificação de risco de cada pessoa, alerta a Secretaria de Saúde da cidade.

Para garantir a segurança dos profissionais e também dos pacientes, o momento de espera do paciente para entrar no consultório é feito em área externa, completamente arejada, preconizando o distanciamento social como forma de prevenção. Antes de ser chamado para entrar no consultório, todos pacientes, que devem fazer uso de máscara de proteção, higienizam as mãos com álcool 70. Já os médicos trabalham com equipamentos de proteção individual como máscaras, óculos, aventais e luvas, seguindo rigorosamente os protocolos de segurança para evitar a contaminação. 

Publicada às 10h05

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *