quarta, 30 de setembro de 2020

Jovem que pulou no mar de São Francisco está no CTI

Adolescente pulou no mar e acabou batendo em uma pedra. Foto: Redes Sociais.

Está internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) do Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal) no Fonseca, com uma fratura na cervical, o jovem de 14 anos que se feriu após pular da Praça Rádio Amador em direção ao mar de São Francisco, na tarde deste domingo (13). A informação sobre o estado de saúde foi confirmada por uma funcionária do hospital.

De acordo com a mãe do adolescente, Elisabeth Pereira da Silva, o menino não está sentindo os movimentos das pernas e braços. Nesta segunda-feira (14), o jovem passará por exames para identificar possíveis lesões.

“O hospital comunicou que fará uma ressonância magnética para identificar o motivo. Agora vamos torcer para que meu filho fique bem”, desabafou.

Segundo a mãe da vítima, a família mora em Jurujuba e o menino é aluno do Projeto Grael. Ela contou que já havia chamado atenção dele por causa dos pulos no mar. 

“Recentemente, eu soube que ele estava pulando em algum ponto na Praia Adão e Eva, em Jurujuba. Falei com ele para não voltar a fazer isso, pois era muito perigoso. Aí neste domingo eu estava trabalhando e recebi uma ligação de amigos do meu filho avisando que ele tinha sofrido um acidente na praia”, contou.

Elisabeth disse ainda que os amigos adolescentes que acompanhavam ele na praia relataram que a vítima pulou diversas vezes no mar, porém em uma delas não voltou. 

“Foi o que me contaram, que em um dos pulos ele ficou boiando. Os outros meninos até acharam que ele estava de brincadeira, mas não era”, afirmou. 

Segundo Rejane Gonçalves, irmã do jovem, ele foi retirado da água pelos amigos. Eles comunicaram policiais do Segurança Presente que passavam no local e os militares acionaram o Corpo de Bombeiros. 

“Ele estava consciente quando saiu da água, mas não respondia aos estímulos dos braços e das pernas. Meu irmão até informou o meu número de telefone para o policial que me ligou avisando. Quando cheguei ao local, ele já tinha sido removido para o hospital”, finalizou. 

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *