quinta, 10 de junho de 2021

‘Lagomar’ atrai banhistas para a Praia da Barra de Maricá

Fenômemo forma piscinas naturais. Foto: Karina Cruz

Conhecido pela população da cidade como “Lagomar”, o fenômeno que forma uma espécie de piscina entre a faixa de areia e a arrebentação das ondas atraiu banhistas e até pescadores para a Praia da Barra de Maricá, nesta sexta-feira (4). Muitas famílias aproveitaram o pós-feriado para aproveitar o dia ensolarado.

O engenheiro e oceanógrafo David Zee, que também é professor da Faculdade de Oceanografia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), explicou como acontece o fenômeno. 

“É preciso entender que no mar existe a atuação das ondas. Tem hora que elas [ondas] tiram areia da praia e levam para o fundo e em outro momento, elas empurram a areia que levaram para o fundo de volta, o que corresponde a um trabalho cíclico das ondas do mar. Se a gente somar o efeito da maré que sobe e desce, vamos comprender como é. Em um determinado momento, o mar está atuando em uma maré baixa em um nível longe da praia, e aí as ondas empurram a areia em direção a praia. À medida que a maré vai subindo, as ondas também acompanham, formando uma espécie de ‘morrote’ em frente a praia. Depois disso, temos a formação de um ‘braço’ de mar separado, o que forma as piscinas naturais”. 

David Zee, engenheiro e oceanógrafo

O especialista relatou que a incidência do fenômeno vai depender também das fases da lua, entre nova e cheia, uma configuração conhecida como sizígia.

“Além destes fatores já relatados, também vai depender de quando o mar tem uma energia maior de ondas para empurrar ou erodir. Geralmente há uma dificuldade em entender a subida e descida da maré com o trabalho das ondas”, detalhou. 

O oceanógrafo explicou também sobre a configuração das praias de Maricá e qual a relação delas com a formação do “Lagomar”.

“É uma região de areia muito grossa com mar aberto, o que faz com que a declinidade da praia seja muito íngreme, ou seja, deu dois passos e já está no fundo. Além disso, é preciso esclarecer que o transporte da areia não somente dá margem para o fundo ou vice-versa, o que chamamos de transporte transversal, temos também o transporte longetudinal, que vai varrendo a areia da praia seja para o lado esquerdo ou direito. Esses fatores é que vão depender da incidência da onda, o que também ajuda na formação dos bancos de areia formando as piscinas”. 

David Zee, engenheiro e oceanógrafo

Entre os banhistas que aproveitaram o ‘Lagomar’ estava Antonio Abreu, estudante de medicina e morador de Vassouras.

“Vim com amigos da faculdade para passar o feriadão. Estávamos com medo de não conseguir aproveitar a praia, porque a gente já sabia que o mar aqui é agitado, mas quando chegamos nos deparamos com essas piscinas naturais. Realmente não há nada melhor do que isso aqui”, afirmou. 

O bancário Leonardo Freitas, que estava acompanhado do filho e da esposa, contou que o menino adora quando o mar está nessas condições.

“Moramos aqui pertinho e estamos sempre de olho no mar. Quando está desse jeito é uma alegria tamanha, não só para ele como também para mim, que posso aproveitar e ficar mais tranquilo”, contou.

Previsão do Tempo

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o fim de semana será de dias ensolarados. O sábado (5) terá temperatura máxima de 30º graus com mínima de 19ºC. A previsão se mantém para o domingo (6).

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');