domingo, 17 de janeiro de 2021

Maca bolha é usada para transporte aéreo de paciente com suspeita de coronavírus

Cápsula hermeticamente isolada garante segurança da vítima e dos agentes. Foto: Divulgação

O Governo do Rio realizou, na quarta-feira (15), o primeiro transporte aéreo inter-hospitalar de uma vítima com suspeita do novo coronavírus (Covid-19). O paciente viajou de helicóptero de São José do Vale do Rio Preto para Miguel Pereira em uma maca bolha, cápsula hermeticamente isolada que garante a segurança do enfermo e dos agentes.

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) promoveu treinamentos especiais para os militares que atuam no Grupamento de Operações Aéreas (GOA) da corporação sobre o uso correto do equipamento.

A capacitação incluiu aspectos como desinfecção e montagem, prevenção e controle de exposição e deslocamento do equipamento até a aeronave. 

A instrução também foi extensiva a agentes da Polícia Civil (PCERJ), que está dando apoio à ação por meio do Serviço Aeropolicial (Saer) da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core).

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *