quarta, 25 de novembro de 2020

Mais de 500 casos de Covid-19 já são registrados em Niterói

Nas últimas 24 horas, foram registradas duas novas mortes pela Covid-19 no município. Foto: Pedro Conforte – Arquivo

Niterói registrou duas novas mortes em decorrência da Covid-19 nas últimas 24 horas, chegando a um total de 31 óbitos, até a noite desta terça-feira (5). A cidade também chegou a um total de 503 confirmações pela doença, sendo 33 a mais do que na segunda (4) quando foram computadas 470 confirmações, segundo revelou o prefeito Rodrigo Neves (PDT).

226 pacientes estão isolamento domiciliar sendo acompanhados pela Secretaria Municipal de Saúde, enquanto 68 pacientes permanecem hospitalizados. O número de pessoas recuperadas já chega a 178.

De acordo com o prefeito Rodrigo Neves, Icaraí figura o primeiro lugar na lista de bairros com mais casos confirmados, sendo 154 até o momento. Em seguida aparecem as regiões do Fonseca (43), Santa Rosa (40), Barreto (32), Centro (27), Itaipu (21), Ingá (20), São Francisco (19), Engenhoca (18), Piratininga (17) e Charitas (11).

‘Há presença de casos confirmados em todos os bairros de Niterói e queria mais uma vez transmitir a preocupação e gravidade da situação. Niterói está vencendo a batalha mas a situação está se agravando e os hospitais privados estão lotados de pacientes. Já são 93% dos leitos de UTIs ocupados na rede privada”, afirmou Neves, durante transmissão ao vivo nas redes sociais nesta noite de terça (5).

Ele relembrou o fato de existir uma preliminar de mais de 155 pessoas hospitalizadas em Niterói, demandando o uso de UTIs e respiradores, seja nos hospitais públicos ou privados. “Mas confirmados 66”, enfatizou o prefeito.

Já o secretário municipal de Saúde, Rodrigo Oliveira, aproveitou a reunião no Gabinete de Crise contra o Coronavírus para falar sobre última conversa que teve com cientistas e pesquisadores da área de infectologia, epidemiologia e estatística da Fiocruz, UFF e UFRJ ainda nesta terça (5).

“A gente esteve reunido por videoconferência esses especialistas e foi apresentado um conjunto de dados que reforçam, não só a necessidade de reforçar as medidas de isolamento social, como demonstrado que as medidas adotadas na cidade já tiveram impacto importante”, pontuou.

Oliveira contou que um gráfico elaborado sete dias após o início do isolamento social na cidade, revelou uma redução significativa da velocidade do crescimento da epidemia no município.

“Essa diminuição foi decisiva para Niterói não estar vivendo o que municípios da Região Metropolitana já estão passando. É fundamental que nas próxima semanas a gente intensifique essa consciência cidadã e cívica [de ficar em casa]”, finalizou.

Publicado às 20h35.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *