domingo, 20 de setembro de 2020

Mais tempo com pacientes internados em hospitais de SG e Itaboraí

As visitas estendidas garantem flexibilidade de horários aos familiares. Foto: Arquivo – Plantão Enfoco

Os Hospitais Estaduais Alberto Torres, em São Gonçalo, e João Batista Cáffaro, em Itaboraí, implantaram recentemente mais uma iniciativa para tornar o atendimento ainda mais humanizado. Centrado nas necessidades do paciente e de seus familiares, as unidades ampliaram o horário das visitas nos Centros de Tratamento Intensivo (CTIs) e nas enfermarias de clínica médica.
 
As “visitas estendidas” garantiram uma flexibilização total do horário aos familiares (pais, filhos, irmãos e tios), respeitando o momento de higiene, medicação e intervenção médica. O programa foi instalado por uma equipe multiprofissional e envolveu médicos, psicólogos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas.
 
“Uma grande iniciativa. Trabalho de 8h às 16h e nunca conseguiria visitar meu sobrinho, que sofreu uma queda, no horário normal de visitas. Mas com este projeto saio do trabalho direto para o hospital. É muito importante esta disponibilidade para nós e para o paciente também”, garantiu a comerciária, Janaína Lemos.
 
Estudos garantem que a “visita estendida” contribui com a redução pela metade da ocorrência de distúrbio psiquiátrico comum em pacientes hospitalizados.
  
No Alberto Torres, a visitação aos pacientes do CTI e da clínica médica acontece de 8h às 14h e de 17h às 18h. Já no João Batista Cáffaro, a visita estendida tem início às 6h30. Com a implantação do projeto, até dois familiares podem acompanhar o paciente nas unidades, administradas pelo Instituto Lagos Rio.  

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *