quarta, 28 de outubro de 2020

Manifestação na BR-101, em SG, gera cinco quilômetros de engarrafamento

Foto: Grupos atearam fogo em pneus e impediram passagem de veículos. Foto: via Grupo Plantão Enfoco

Uma manifestação na BR-101, altura do KM 306, Jardim Catarina, em São Gonçalo, na noite deste sábado (17), causou engarrafamento estimado em cinco quilômetros, na pista sentido Espírito Santo, informou a Arteris Fluminense.

De acordo com informações preliminares, o protesto ocorre após a morte de um mototaxista na região. A Polícia Militar ainda não confirmou essa informação. Motoristas que passavam pelo local afirmaram que grupos atearam fogo em pneus e colocaram obstáculos para impedir a passagem de veículos.

Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do 7º Batalhão de Polícia Militar estão no local. A Arteris Fluminense, concessionária que administra a via, informou que o trânsito ficou totalmente interditado no sentido Manilha, por volta de 19h.

“Tacar fogo nas coisas na BR-101 não muda em nada. Só atrasa o trânsito e atrapalha as pessoas. […] É pura baderna”, [sic] disse uma internauta.

Confronto

Mais cedo, um homem acusado de trocar tiros com policiais militares foi baleado no Jardim Catarina, em São Gonçalo. Ele foi socorrido ao Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT) mas não resistiu aos ferimentos. A Polícia Militar disse que um comparsa acabou detido na ação.

O confronto foi registrado pouco depois das 16h30 na Rua Olegário Nascimento, segundo a PM. Uma viatura lotada com agentes do 7º BPM (São Gonçalo) passava pela região quando verificou criminosos armados. Nesse momento, os bandidos dispararam contra os policiais – que reagiram.

Segundo a ocorrência, com o criminoso baleado foi encontrada uma pistola calibre nove milímetros. O outro acusado foi encaminhado para delegacia da região.

Inocente

Familiares e amigos do homem que morreu alegaram, nas redes sociais, que ele seria inocente e trabalhador. De acordo com as publicações, ele trabalhava como mototaxista e deixou dois filhos pequenos.

“Meu filho foi assassinado pelos PMs do sétimo. Ele sempre trabalhou, foi morto na covardia. A única arma era a moto que fazia bico, ele nunca pegou uma arma, assim como eu”, escreveu o pai do jovem.

“Não façam isso, meu primo era trabalhador, menino de família. Mototáxi não é bandido, a arma dele era a moto”, comentou uma prima.

Questionada sobre o posicionamento dos familiares, a Polícia Militar respondeu apenas com a nota informando sobre o fato. Leia na íntegra:

“A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, na tarde deste sábado (17), equipes do 7° BPM (São Gonçalo) realizavam policiamento pelo bairro de Jardim Catarina quando, na Rua Olegário Nascimento, criminosos armados atiraram contra os policiais. Houve confronto e um homem foi atingido, sendo socorrido ao Hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê. Um segundo homem foi preso no local. Foram apreendidos uma pistola calibre 9mm e 141 trouxinhas de maconha. A ocorrência foi registrada na 73ª DP”.

Atualizada às 13h58 de 18 de outubro de 2020.

(function(i,s,o,g,r,a,m){i['GoogleAnalyticsObject']=r;i[r]=i[r]||function(){ (i[r].q=i[r].q||[]).push(arguments)},i[r].l=1*new Date();a=s.createElement(o), m=s.getElementsByTagName(o)[0];a.async=1;a.src=g;m.parentNode.insertBefore(a,m) })(window,document,'script','https://www.google-analytics.com/analytics.js','ga'); ga('create', 'UA-1023799-1', 'auto'); ga('send', 'pageview');

1 thought on “Manifestação na BR-101, em SG, gera cinco quilômetros de engarrafamento

  1. Esses manifestantes são criminosos! Atiraram pneus na pista para obrigar os carros a pararem repentinamente numa via de 100km/h! Meu veículo foi atingido por diversos pneus quando passava na pista sentido Niterói. Jogaram esses pneus numa área muito escura que dificultava a visão de obstáculos na rodovia, graças a Deus consegui desviar da maioria deles e como o carro é alto consegui passar por esses pneus sem ser sofrer um acidente. Um susto muito grande. Minha família na merecia passar por esse susto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *